2005 <– clique

29/12/2005 16:37Mais um assassinatoBatista, seringueiro de Rondônia foi assassinado anteontem com quatro tiros no peito. Ele estava à frente da associação dos seringueiros do vale do Anari e já fazia meses que vinha denunciando estar sob ameaça de morte. Até quando a Amazônia brasileira vai ser palco dessa devastação humana e da natureza?enviada por Little-rata
27/12/2005 00:59Guerra comercialJá ouvimos falar em guerra comercial relacionada a grandes disputas armadas entre países por mercados internacionais (Guerra Fria, EUA X Iraque), ou a disputas entre grandes empresas pela compra de um concorrente falido, ou a grandes disputas publicitárias. Atualmente parece que o mercado ficou ainda mais anti-humano e irrascível. Neste natal alguns concorrentes ao que parece resolveram apelar para soluções terroristas na disputa pelos consumidores. Em São Paulo houve um atentado à bomba na rua 25 de março no dia 23 de dezembro. As suspeitas indicam que pode ter sido uma retaliação do contrabandista conhecido como Law Kin Chong às ações da Polícia Federal em sua loja. O objetivo da bomba seria afetar as vendas durante o Natal. Na Rússia, um atentado a gás provocou a intoxicação de setenta pessoas numa loja de departamentos, as suspeitas recaem sobre a concorrente (leia no link abaixo) Se as suspeitas de ambos os casos se confirmarem, cuidado! Pois é possível que no próximo natal você seja assassinado se desistir de uma compra, ou preferir comprar seus presentes em outra loja! http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u90914.shtmlenviada por Little-rata
26/12/2005 18:03Desaceleração

Desacelerando no final do ano, como tudo no Brasil este blog está com poucas atualizações nos últimos dias. aproveito para me desculpar com meus assíduos leitores que já me visitaram mais de 400 vezes em poucos meses online!!! Um clichê pra vocês! ps: não entendeu? então tá vai… Feliz Ano Novo!enviada por Little-rata
26/12/2005 18:01

Marabala

numa das inúmeras listas de discussão que participo, sempre me chamou a atenção o endereço de e-mail de uma pessoa no pará que mora na cidade de marabá e que frequentemente manda notícias pouco promissoras acerca da justiça no faroeste caboclo : “marabala” se alguém tem dúvidas de que marabá é a capital da pistolagem no pará, leiam a notícia endereçada no link abaixo. http://www.opiniaoonline.com.br/op1.htm triste a vida dessas pessoas, mais triste ainda é ver que tem gente que dá tão pouco valor à vida.enviada por Little-rata
21/12/2005 16:26

O outro lado do Terror

Produções holliwoodianas resolveram humanizar o terrorismo: “Syriana”, “Paradise Now” e “Munich” –este último dirigido por Steven Spielberg. – segundo a Folha. Engraçado isso, mas esse movimento de minimizar o Terrorismo humanizando-o talvez seja uma forma de convencer a opinião pública de que essa é uma guerra desigual. Conheci um muçulmano que dizia que os homens bomba se matam não porque sejam loucos, mas porque sabem que tirando a vida de outras pessoas, eles próprios não merecem mais viver… é triste que os governantes do mundo não considerem os seus atos de guerra como sendo um terrorismo ainda mais violento, capaz de tirar muitas vidas mais porque é um tipo de terror institucional, legalizado, considerado legítimo, enquanto que os homens-bomba lutam com o poder que têm… enviada por Little-rata
13/12/2005 15:53

The Meatrix

Não, não está digitado errado, o nome do filminho que vcs irão assitir é mesmo The Meatrix depois do documentário The Coorporation, mais uma ação contra estas super indústrias multinacionais que vem introduzindo a cada dia formas mais bizarras para diminuir os custos da produção e aumentar os lucros. clique no link: www.themeatrix.com/portuguese/enviada por Little-rata
10/12/2005 17:06

Playboy deixa modelo sem umbigo

Todos nós sabemos que as fotos da playboy são retocadas no photoshop, por isso tantos homens inocentes se deixam enganar e ficam procurando mulheres perfeitas, que não tenham estrias nem celulite, sem saber que essas mulheres não existem. agora parece que a playboy resolveu considerar o umbigo como imperfeição do corpo feminino, pois simplesmente apagou da foto o umbigo da modelo Andreza. logo logo milhões de mulheres vão estar indo procurar os cirurgiões plásticos para retirarem o umbigo!!! a mais nova imperfeição do corpo feminino ABAIXO AOS UMBIGOShttp://www1.folha.uol.com.br/folha/colunas/ooops/ult340u1079.shtmlenviada por Little-rata
10/12/2005 16:58

João Kleber desempregado!

A Rede TV! reincindiu o contrato de João Kleber que a partir de agora deixa de ganhar seu salário de 800 mil reais! ele disse que vai entrar na justiça para exigir seus direitos devolta. direitos de xingar as mulheres e os homossexuais ao que parece… aê Joãozinho, tá reclamando porque perdeu seus saláriozinho? mas se fosse eu que tivesse ganhado 800 mil por vários anos em cima de piadas tão sem graça, estaria feliz e me sentiria no lucro!enviada por Little-rata
08/12/2005 16:37

Parentes de Irmã Dorothy Stang chegam para julgamento.

Amanhã, dia 08/12/05, às 9:00 horas, na sede da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Travessa Barão do Triunfo, 3151, os familiares de Dorothy Stang estarão presentes em uma coletiva com a imprensa. Na coletiva além dos familiares da Irmã estarão presentes trabalhadores rurais e defensores de direitos humanos ameaçados de Anapu e representantes da Comissão Pastoral da Terra, da Terra de Direitos e da Justiça Global. A coletiva será realizada para tratar do Júri de Rayfran das Neves e Clodoaldo Carlos Batista, acusados de assassinarem a Irmã Dorothy Stang, no dia 12 de fevereiro deste ano, que acontecerá em Belém nos próximos dias 09 e 10 de dezembro. Além do Júri os trabalhadores rurais e defensores de direitos humanos ameaçados falarão a respeito do contexto vivido em Anapu. A Comissão Pastoral da Terra, a Terra de Direitos e a Justiça Global farão o lançamento do Relatório Violação dos Direitos Humanos na Amazônia: Conflito e Violência na Fronteira Paraense. Comissão Pastoral da Terra Contato: 91 3226-6491 8115-6494 Terra de Direitos F: 41 9957-1877 Justiça Globalenviada por Little-rata
07/12/2005 12:56

Al Qaeda

O segundo na hierarquia da Al Qaeda afirmou ontem pela TV Al Jazeera que os EUA sofreram uma derrota no Iraque e que o presidente George W. “Bushit” só tem que escolher quantos soldados americanos ainda vão morrer até que ele retire suas tropas do país. Graaande novidade! Parece irônico que a maior potência bélica do planeta acumule diversas derrotas nas guerras em que se envolveu nos últimos 35 anos. (Vietnam, Guerra do Golfo, Guerra contra Al Qaeda, Guerra no Iraque) Amarga ironia do destino para uns, doce para outros.enviada por Little-rata
07/12/2005 12:51

Lula sem aliança

Lula quer lançar sua candidatura para a reeleição, mas está sem aliança partidária. todos os partidos que compõem sua aliança atual estão envolvidos nos escândalos de corrupção. os partidos que ele flerta vão apoiar a candidatura de Serra. tadinho… alguém se candidata a fazer companhia ao Lula?enviada por Little-rata
07/12/2005 12:16

Justiça Colorado

Juíza gaucha quer o título do brasileirão para seu time, o Internacional de Poá. é que um torcedor entrou com uma ação impedindo que as 11 partidas apitadas pelo ex-árbitro Edilso Pereira sejam anuladas, assim a vitória do campeonato seria alterada e segundo os torcedores, o Inter levaria a taça. brrr! querem fazer valer a roubalheira do juíz para vencer o campeonato, isso é muita falta de vergonha na cara e de futebol nos pés! VIVA O TIMÃO TETRACAMPEÃO! e se a taça não é nossa, ela não é de ninguém!enviada por Little-rata
06/12/2005 00:19

Blog resistência”Luzes na Floresta” vale a pena conferir!!! http://www.edmilsonrodrigues.uniblog.com.br/#enviada por Little-rata
05/12/2005 13:07

Eu torço pelo Corinthians e pelo Romário

CORINTHIANS É CAMPEÃO. se os árbitros roubaram durante o campeonato, eles também roubaram ontem no jogo, pois o segundo gol do Goiás estava claramente impedido e o bandeirinha fingiu que não viu EM COMPENSAÇÃO, ROMÁRIO AINDA É UM GRANDE CRAQUE DE BOLA. AOS 39 ANOS ELE FOI O ARTILHEIRO DO CAMPEONATO BRASILEIRO COM 22 GOLS, OU SEJA, TEM FUTEBOL AÍ PARA SER JOGADO ATÉ OS 45! Romário, meu amor, não abandona o futebol não! Felipe Scolari, eu não te perdoei ainda por não ter convocado o baixinho para a copa de 2002, mesmo vc tendo voltado com a taça, ainda te acho um escroto por isso…enviada por Little-rata
02/12/2005 14:17

A colonização da Política

Na coluna “Tendências e Debates” de hoje do jornal Folha de São Paulo, li o artigo do Senador Ramez Tebet intitulado “O Brasil às Avessas”, onde ele trata da questão da banalização da crise política. Nos últimos dias tem se falado muito da cassação do Zé Dirrrceu como resultado do desejo da “opinião pública”. Na minha opinião (e de mais alguns, dentre eles renomados intelectuais) a opinão pública brasileira é a mídia e a mídia de forma nenhuma pode ser considerada como retrado da opinão do brasileiro, mas sim como retrato da opinião dos empresários de comunicação e suas políticas editoriais. Nesse sistema de mídia comercial, fica impossível discriminar até onde vão os interesses privados e os interesses públicos, mas por enquanto não há nada para se fazer. A mídia deita e rola no seu suposto “direito” de retratar a crise política incansavelmente e de forma superficial. Não adianta o jornalismo investigativo atravessar as investigações políticas, como no caso Burati, ou mesmo fingir que não encherga, como no caso Celso Daniel. Jamais saberemos se o desejo do brasieleiro era mesmo o de ver cassado os direitos políticos de Zé Dirrrceu (os vários erres são em homenagem ao seu sotaque indisfarçado). Jamais saberemos se a banalização da crise existe por causa da crise, ou por causa da própria corrupção que está tão encalatrada na política nacional, que ninguém mais fica surpreso quando elas saltam à vista. Um exemplo disso é o próprio artigo do senador Ramez Tebet. Seu partido, o PMDB, abriga os mais notórios corruptos do país há mais de vinte anos e se um dia houver um novo presidente pemedebista, o que um homem como senador poderá dizer a respeito da corrupção além de: “Eu não sabia”? Está claro que a omissão do presidente Lula, ao contrário do que a Folha incansavelmente propaga, não vem por fraqueza política ou deslumbramento com o poder, mas sim como a única forma de se manter como azeite sobre água. Não há o que dizer. Por que essa sanha de exigir que o Lula confesse os crimes do PT, quando mais ninguém está disposto a fazê-lo? A cada ano é a mesma porcaria, um partido se desponta na mídia como corrupto e os outros escondem as mãozinhas nos bolsos e vestem a auréola da santidade. Mas o que me traz aqui novamente não é tanto esse assunto e sim um parágrafo do artigo já citado onde o senador diz o seguinte: “O Brasil real continua produzindo riquezas necessárias para que a economia se mantenha de pé (…) muitos reconhecem que a economia está descolada da política. Essa tem sido até agora a nossa sorte (…) Urge reunificar as esferas da política e da economia. É no âmbito político da esfera pública, que se devem travar os grandes debates sobre os rumos do país” Bom… vamos começar a análise de trás pra frente. Concordo que é no âmbito político que se devem traçar os rumos do país, mas discordo que para isso seja realmente necessário unir política com economia. Fico feliz de saber que o senador conhece alguém que já leu Jurgen Habermas, mas se ele próprio tivesse lido, saberia que atualmente são muito poucos os governos que conseguem manter os rumos do país sem subordinar política a economia. A união dessas duas esferas no século XX produziu o que Habermas chama de “colonização da política pela economia” e o que outros chamam de “fim do Estado Nacional”, uma vez que a economia se mundializou e colonizou a esfera política, não é possível pensar mais num Estado mediador entre uma e outra esfera, muito menos nacional… Ainda bem que no projeto político do PT uma coisa independe da outra, tanto para controlar um projeto de desenvolvimento à prova das flutuações políticas, quanto para controlar a fogueira das vaidades que geralmente a esfera econômica produz na esfera política. A política aliada à economia produz oligarquias e os governos oligárquicos são tudo, menos preocupados com os rumos do país, do que com seus próprios rumos. É nesse embalo que tivemos governos federais como o de FHC que produziram anomalias tais como as privatizações para interesses estrangeiros de áreas empresariais estratégicas. Nesse embalo também foram produzidas as formas mais sórdidas de corrupção, o caixa 2 é um exemplo de política aliada a economia durante o pleito, imagine o que isso não é capaz de fazer durante um governo! Não que o projeto de separação das esferas elaborado pelo PT seja exatamente aquilo que salvaria o país da colonização da política pela economia, mas graças ao mínimo de separação é que o país continua a caminhar, ao mínimo de separação e à banalização da crise, portanto chego a uma conclusão incoerente, mas que dá muito sobre o que pensar não?enviada por Little-rata
01/12/2005 13:28

Uma coisa é certa

quando José Dirrrceu falou que se soubesse dos esquemas de Waldomiro Diniz jamais teria contratado os seus serviços, ele estava com uma cara de picareta inegável, com aquele sorrisinho a La Gioconda…enviada por Little-rata
01/12/2005 13:25

Será?

“Para defender a cassação de Dirceu, o líder do PSDB, Alberto Goldman (SP), acusou o ex-ministro da Casa Civil de incoerência. Ele contestou a declaração de Dirceu, que disse nunca ter criticado o STF (Supremo Tribunal Federal), mostrando uma reportagem em que Dirceu reclamava de uma decisão favorável do Supremo ao ex-presidente Fernando Collor. Goldman lembrou ainda uma frase de Dirceu sobre políticos acusados de corrupção: “O que é público e notório dispensa provas”. Por isso, segundo ele, o ex-ministro foi incoerente ao alegar que não pode ser cassado sem provas.” (folha online) será mesmo que podemos dispensar provas quando o caso é público e notório? então o que o maluf, o acm, o fhc, o barbalho estão fazendo soltos? não sou contra a cassação, também não sou a favor, mas provas são provas e qualquer cidadão tem direito a uma defesa… sei não…enviada por Little-rata
01/12/2005 13:21

E agora Professor?

e agora professor Marco Aurélio Garcia? como fica essa situação do PT na sua opinião arguta, inteligente e bastante comprometida? (tenho saudades das suas aulas otimistas)enviada por Little-rata
01/12/2005 12:49

Premonição Política III

E não é que a cabeça de Dirceu rolou pela rampa do planalto até o espelho d´água!!! como eu havia previsto ele foi cassado. ou melhor seria dizer Caçado? acho que um pouco das duas coisas. ontem no Jornal da gRobo, como chama aquele comentarista de Brasília mesmo? ele disse que o fator fundamental da cassação de Dirrrceu foi a opinião pública (como opinião pública leia-se Rádio e Tv, especialmente a GRobo). Não duvido, depois de intensa campanha em todos os veículos da mídia, não era de espantar que o congresso estivesse com medo de salvar a pele do Dirrrceu. Nunca se sabe quando as pessoas compraram ou não o argumento da dita opinião pública, ou seja, imprensa jornalística. as chances para que os bois e as vacas desse imenso pasto chamado brasil, acreditarem na dita op são de 99%. A mídia manda nesse país, logo depois e junto com a corrupção. Os fatores reais para a cassação de Dirrrceu não aparecem nítidos. ele foi acusado por Bob Jefferson de muitas coisas, mas nada foi provado. Um fato que chama atenção é que com todas essas CPI´s ficou nítido que Dirrrceu não gozava de boa camaradagem dentro do planalto, ele foi acusado de aparelhar o Estado, de ser linha dura e antipático. somando isso à famigerada opinião pública era fato consumado que sua cabeça fosse rolar… agora cai entre nós, enquanto a mídia fala que foi um golpe para o PT, no fundo no fundo eu acredito que foi mesmo é um golpe de mestre do PT. deixar que jogassem a pedra na Gení, pra salvar a verdadeira prostituta. Não que eu esteja acusando alguém em particular, tá na cara que muitas suspeitas sobre uma pessoa só, só pode significar uma coisa: ele não é um suspeito puro e simples, mas um suspeitíssimo. Só que tem mais gente envolvida nesta sujeirada toda. Dirrrceu não chegou ao alto escalão do poder por ser apenas um homem ambicioso, ou por ter dado ao partido a cara que ele teve nos anos 90. Ele acumulou articulações, acumulou informações, acumulou sabedoria e jogo de cintura para conseguir chegar aonde chegou. Sua queda significa a salvação do PT para essa opinião pública hipócrita, o fato é que dentro do partido, foi a sua chapa que venceu as últimas eleições representada por Berzoini. ele ainda é o poderoso chefão do partido e agora com direitos políticos cassados uma segunda vez (já foi cassado antes, na época da ditadura), sua atuação será ainda mais sutil, mais difícil de ser perseguida. Há muitas coisas para continuar dizendo sobre esse episódio, mas primeiro vou dar uma lida nas colunas dos jornais antes de continuar opinando, quero ver o que a famosa opinião pública tem a dizer sobre sua vitória.enviada por Little-rata
30/11/2005 14:07

Audiência Pública para as RadCom

Será realizado amanhã em Brasília um evento preparatório para uma audiência pública no dia 2 de dezembro com os principais representantes do Governo para tratar da questão da radiodifusão comunitária no Brasil. Alguns pontos serão apresentados: a demora nos processos de outorga das rádios a potência limitada dos transmissores os apoios culturais entre outros assuntos que tem deixado os militantes desse movimento de cabelos brancos (eu que o diga) nesse sentido o texto abaixo é interessante, pois demonstra claramente que no último ano de mandato, o presidente Lula e sua equipe finalmente resolveram tomar posse da executiva das comunicações deixadas desde o governo FHC, numa situação de “fragmentação das instâncias decisórias”. Vale a pena dar uma lida no tópico abaixo “Casa Civl apresenta premissas para Lei de Comunicação” apesar de ser extenso.enviada por Little-rata

30/11/2005 14:04

Casa Civil apresenta premissas para Lei de Comunicação*

22 de novembro de 2005, Samuel Possebon O subchefe de análise e acompanhamento de políticas governamentais da Casa Civil, Luiz Alberto dos Santos, reafirmou nesta terça, 22, a iniciativa do governo na elaboração de um marco regulatório para o setor de comunicação social, consumado em uma Lei Geral de Comunicação. Em sua apresentação no seminário promovido pelo Laboratório de Políticas de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB), Santos disse que a proposta “é um compromisso do governo Lula com a sociedade brasileira para assegurar a democratização das comunicações com a elaboração de um novo modelo institucional”, e que a elaboração de um anteprojeto será feita após o debate com todos os segmentos. É a primeira vez que a Casa Civil usa, em público, a expressão “democratização das comunicações”. Na visão da Casa Civil apresentada pelo subchefe, a elaboração deste modelo é necessária em face do diagnóstico de “legislação defasada”, “dispersão regulamentar” e “fragmentação política” do setor de comunicação social. Ele explica que existem hoje regras que não dão conta de uma nova ordem tecnológica, pulverizadas de forma “deliberada” em vários instrumentos normativos e com “a separação deliberada do poder decisório sobre a comunicação entre diferentes instâncias estatais”. Concentração Segundo o subchefe da Casa Civil, a fragmentação e a dispersão “possibilitam grande concentração de poder político, econômico e cultural em instituições de mercado, em detrimento do poder normativo e regulatório do Estado e em oposição direta aos anseios existentes na sociedade”. Além do problema da concentração da distribuição, para a Casa Civil existe um grande mercado de produtores de conteúdos independentes que precisam da ajuda do Estado, e, segundo Santos, “não há garantias, sem novo ordenamento legal, que novos meios de comunicação social eletrônica mudarão a situação da indústria de comunicação”. Segundo ele, “a demanda de conteúdos nacionais nos canais abertos é suprida por estruturas integradas de produção e difusão, que não abrem espaço para produções independentes, seja de filmes ou programas de TV”. Premissas para a lei Entre as premissas de trabalho para a elaboração da Lei de Comunicação, a Casa Civil quer, segundo Luiz Alberto, “assegurar a desconcentração da propriedade dos meios de comunicação; impedindo qualquer forma de concentração de mercado resultante da propriedade cruzada de meios de distribuição e/ou meios de produção de conteúdo, em quaisquer segmentos de comunicação eletrônica; e descentralizar produção geral dos conteúdos buscando o cumprimento dos preceitos constitucionais de valorização da língua e das culturas nacional, regional e local”. Quem ouvisse apenas este trecho da apresentação de Luiz Alberto dos Santos poderia entender que o governo está em rota de colisão com os grupos de comunicação, mas em outros aspectos de sua palestra, o subchefe mostrou que compartilha dos anseios dos grandes grupos de mídia, ao menos no que se refere ao discurso de “preservar a cultura e identidades nacionais, na forma da produção, distribuição e exibição de conteúdos nacionais de reconhecida qualidade informativa, educativa e cultural”. Mesmo assim, o conjunto de premissas com que trabalha a Casa Civil mostra o potencial explosivo do tema. São elas: * Organizar a exploração de atividades cinematográficas e audiovisuais; * Revisar e consolidar toda a legislação de televisão por assinatura, incluindo-se as devidas adaptações ao marco regulatório do setor de telecomunicações; * Estabelecer as condições normativas e técnicas para a transição das transmissões de rádio e televisão, aberta e por assinatura, de analógicas para digitais; * Criar as condições que os ministérios das Comunicações; Cultura; Educação; Ciência e Tecnologia; Desenvolvimento, Indústria e Comércio; Fazenda; Justiça; e Relações Exteriores, atuem em conjunto nas questões de Comunicação Social; * Ajustar a política industrial e comercial do governo às necessidades do mercado de comunicação e suas novas demandas tecnológicas; * Revisar a regulamentação referente aos direitos autorais diante do novo ambiente de multiplicidade tecnológica; * Revisar e atualizar a legislação da radiodifusão comunitária, retirando dela as restrições que inibem sua expansão e difusão, e aperfeiçoando suas condições de outorga e funcionamento; * Reestruturar o atual sistema de rádio e televisão educativos, transformando-o em um sistema nacional de rádio e televisão públicos, com financiamento contínuo e adequado, via fundo público e aportes privados de caráter não-comercial; * Incentivar a criação de uma rede pública digital de rádio e TV, a partir da criação de regras de incentivo ao controle programático e ao investimento a partir da sociedade civil; * Garantir a correta e estrita regulação e fiscalização da presença do capital estrangeiro no financiamento e controle de empresas de comunicação social eletrônica brasileiras, de modo a preservar a cultura e identidades nacionais, na forma da produção, distribuição e exibição de conteúdos nacionais de reconhecida qualidade informativa, educativa e cultural; * Tornar a admissão do capital estrangeiro fator de competição, diversidade e pluralidade empresarial, que modernize o segmento audiovisual de radiodifusão e televisão por assinatura, hoje caracterizado por um controle concentrado, oligárquico e patrimonialista; * Garantir a dignidade da criança e do adolescente, assegurando-lhes programações adequadas, de caráter educativo e cultural, e os proteger da banalização de conteúdos impróprios e consumistas; * Reiterar o caráter de mantenedor do interesse público, através do estabelecimento de políticas para as tecnologias de informação e comunicação, do uso do espectro radioelétrico e do avanço tecnológico, através do incentivo à aquisição de conhecimento de ponta pelas universidades, centros de pesquisa e da indústria brasileiros; * Defender e disseminar a identidade cultural brasileira, garantindo espaço nas diversas redes e plataformas integradas para a produção de conteúdo nacional e regional; * Ampliar o acesso de protagonistas da sociedade civil aos espaços de veiculação de conteúdos, eliminando barreiras de exclusividade e/ou garantindo a eqüanimidade na oferta dos espaços de transmissão permitindo a presença da pluralidade, diversidade e multiculturalismo; * Viabilizar o uso do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) em projetos de inclusão digital. 2006, ano complicado Segundo Luiz Alberto dos Santos, os trabalhos de elaboração da Lei de Comunicação seguirão os prazos previstos no decreto de 26 de abril de 2005, que instituiu o grupo de trabalho interministerial com a finalidade e elaborar o anteprojeto de lei de regulamentação dos artigos. 221 e 222 da Constituição. Segundo o subchefe da Casa Civil, é pouco provável que o anteprojeto, ao ser encaminhado ao Congresso Nacional, seja votado em 2006, por ser um ano eleitoral. A metodologia de trabalho, segundo Luiz Alberto, inclui audiências e seminários, que produzirão relatórios que serão sempre abertos à discussão pública. O subchefe da Casa Civil disse que está quase pronta para publicação uma alteração no decreto de 26 de abril que buscará explicitar melhor o trabalho dos ministros na elaboração da lei. “Não será um processo de caráter tecnocrático. A comunicação social só foi discutida no Brasil à sombra do regime militar, e por isso o que acontece agora é diferente”, disse. Ele lembrou que elaborar uma lei como essa é “um processo político sensível e que requer transparência para ser discutido”. Samuel Possebon – fonte: Cris Brasil http://www.crisbrasil.org.br/apc-aa/cris/fulltext_2.shtml?x=510&amp;slice_id=0a9974cf0ca8fd330b7202f3f49fd7a5enviada por Little-rata
29/11/2005 13:31

já disse antes em outro tópico sei lá de quando neste mesmo blog que o governo bushit estava tentanto aprovar uma lei que perimitiria “tortura como forma de interrogatório em casos contra o terror”. Bom o terror tem sido utilizado como forma de conquistar e avançar autoritariamente sobre a democracia estadunidense. Esse assunto meu preocupa, porque o governo Bush tem dado mostras do que um poder como o que os EUA possui, pode fazer quando cai em mãos erradas e que a população do país é extremamente vulnerável às propagandas governistas, à censura editorial, à consciencia democrática. Inédito! se havia uma coisa que todos admiravam era a consciência democrática estadunidense, que foi para o saco junto com a simpatia que este povo gozava no resto do mundo, na medida em que o poder do Grande Imperador cresceu. Agora Dick Cheney pode ser processado por crimes contra a humanidade, simplesmente porque defende a tortura contra os presos acusados de terrorismo… ele não entendeu ainda que a justiça americana não está acima de qualquer coisa.enviada por Little-rata
29/11/2005 13:24

É assim que os imigrantes fazem a América

“Bush pediu que o Congresso aprove mudanças na lei de imigração para permitir que estrangeiros possam trabalhar legalmente no país por um prazo determinado e depois voltar para o país de origem. “E permitir que estrangeiros façam o trabalho que os americanos não querem fazer”, argumentou o presidente. ” (Folha Online) é assim que os imigrantes brasileiros fazem a américa: limpando latrinas, coletando lixo tóxico, trabalhando nas minas de carvão… ah! faz favor, temos orgulho ou não temos? e tem gente que ainda sonha em sair do Brasil para ir viver nos EUA. Fora das grandes metrópoles o brasil ainda é uma terra a ser conquistada e vencida, o que é que vocês vão fazer lá na terra do Bushit? http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u48524.shtmlenviada por Little-rata
28/11/2005 13:57

Confira mais um vencedor do Prêmio Porta Curtashttp://sender2.mailsender.com.br/Redir?22d89e616ce63a6f37869de775f4fb27&amp;438756BF2DA4F0655F10CF75B453A0CFenviada por Little-rata
28/11/2005 13:42

Façam seus comentários!Deixem seus comentários! A página já tem 300 visitas, não é possível que todos vocês concordem com tudo o que eu digo, mas se concordam, votem em mim pra presidente da república!enviada por Little-rata
28/11/2005 13:27

Timão 3X1TIMÃO EH! OH! na final do campeonato brasileiro precisando de um empate… humm, nunca gostei disso, me lembro da final do paulista de 94 que ele foi contra o Palmeiras precisando de empate e acabou perdendo o campeonato. Tem que segurar a onda, respirar fundo e mostrar o futebol mais raçudo do brasil. Essa pressão pela vitória não faz bem a ninguém…enviada por Little-rata
28/11/2005 13:24

Lady Daiane

Muita pressão sobre a brasileira Daiane dos Santos. Geralmente ela perde pra si mesma diz a mídia, mas também pudera. Além de ser a primeira ginasta brasileira a conseguir o respeito internacional, ela é afro descendente o que, querendo ou não, coloca sobre seus ombros uma responsabilidade ainda maior. Daiane não tem apenas sido pressionada pela mídia a continuar como heroína do esporte, também tem o peso de quinhentos anos de discriminação racial no brasil sobre seus ombros, na medida em que demonstra toda a força de vontade e superação para alguém que pela ordem histórica da sociedade, dificilmente estaria onde está agora. Não é de admirar que ela imponha armadilhas para si mesma, pois não está ali defendendo apenas o esporte ou a bandeira brasileira, mas também a força de vontade e a esperança de vitória dessa etnia no Brasil… posso estar falando bobagem, eu deveria explicar melhor o que estou tentando dizer à luz da psicologia que explica até que ponto um sistema discriminatório afeta as nossas possibilidades de vitória, mas acho que deu pra captar a mensagem né? Palmas para a Daiane que realmente é um exemplo de garra, coragem, diciplina e doçura. Vaias para a mídia que no melhor estilo hipócrita, cobra dela como se fosse sua obrigação vencer. (como se já não tivesse vencido)enviada por Little-rata
28/11/2005 13:13

Celso Daniel e a máfia II

Amanhã os investigadores da CPI dos Bingos irão a sumpaulo para interrogar os envolvidos no caso do assassinato do prefeito Celso Daniel. Depois das investigações do coerente e charmoso Eduardo Suplicy, ficou claro que se tratou de um crime político e a mídia continua com vergonha alheia para tratar do caso com toda a repercussão que ele merece. Pouca coisa tem sido colocada, mas por exemplo as declarações do Lula no programa Roda Viva: ele disse que leu os relatórios da polícia militar e federal sobre o caso e que ambos apontavam para crime comum, logo, na opinião do presidente, seria absurdo continuar acreditando em crime político… só que nenhuma das nossas polícias são incorruptíveis ou infalíveis e o envolvimento do PT neste caso não parece ser tão inocente como querem nos fazer crer. Portanto, não só é válido continuar apostando nas teorias de conspiração, quanto é válido apostar no que o próprio Suplicy pode apurar, que está muito coerente com todas as afirmações que vem sendo feitas pelos irmãos do prefeito assassinado desde sua morte.enviada por Little-rata
28/11/2005 13:07

Cada partido tem seu Poderoso Chefão

O PFL tem o “Toninho Marvadeza” (ACM) O PMDB tem o Sarney O PDS que virou PDT (? agora já estou até confundindo as siglas) tem o Maluf e o PT? O PT tem o Zé Dirceu… e como toda “família” que se preza, ninguém quer uma guerra total. então dá-lhe reuniões de chefes de “família” para estabelecimento da paz nos respectivos domínios… http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2005-11-27_2005-12-03.html#2005_11-27_19_37_12-10045644-0enviada por Little-rata
25/11/2005 14:48

Decifrando o Código Da Vinci, o machismo perpétuo

terminei de ler o livro de Dan Brown e devo admitir que esperava mais pela polêmica que ele causou e pelas pretensões científicas que estão por detrás da ficção. o problema ao meu ver é que os personagens são muito pouco bem desenhados, vagos demais e as situações um tanto quanto casuais. toda a pesquisa envolvida para escrever o livro acaba sendo mais interessante do que o livro propriamente dito. quanto ao conteúdo herético da estória, não é novidade alguma pra quem já está familiarizado com a história da igreja católica. só pra se ter uma idéia, dan brown não entra na questão da divindade de jesus cristo com relação aos milagres e a reissurreição, muito mais importantes do que a sua castidade, nem na questão de que assim como constantino definiu o que seria o catolicismo, os papas sucessores definiram questões como a virgindade de maria, apenas para encaixarem a vida de cristo de acordo com as profecias. a virgindade de maria jamais foi testada ou comprovada e nos evangelhos encontramos referências a outros filhos dela. essa questão foi definida no século XII, assim como outras foram definidas ao longo dos séculos. a conclusão do livro, de que a igreja católica se fundamentou em mentiras para construir o maior império que este mundo já viu, é no entanto, uma verdade que está acima da ficção contida nesta obra e pode ser comprovada históricamente. outra conclusão ainda mais importante: a de que este império foi extremamente injusto com a figura feminina dentro do plano das divindades e consequentemente o papel das mulheres na vida real foi reduzido a quase nada. chega a ser revoltante a comparação que podemos fazer entre a construção histórica da mulher católica e a atual construção da mulher evangélica. se no catolicismo as mulheres foram reduzidas a pecadoras e receptáculos do demônio, pelo menos havia um resquício de sincretismo na figura de Maria. atualmente as igrejas evangélicas assumiram a divindade masculina com uma ferocidade ainda maior, renegando inclusive o papel da mãe de jesus no plano divino. apesar do feminismo, as religiões continuam delegando às mulheres um papel terciário na história, pois elas vêm sempre depois dos maridos e dos filhos na escala de importância. ainda são consideradas receptáculos dos demônios e por incrível que pareça, são as mulheres as maiores devotas tanto de uma, quanto de outra facção do cristianismo!enviada por Little-rata
25/11/2005 13:29Premonição Política II

como estou no início de uma lesão por esforço repetitivo, vou abolir as maíusculas ok? fiz uma análise tosca no tópico com o mesmo nome abaixo: a verdade é que acredito que os cidadãos estadunidenses vão perder a batalha pela retirada das tropas do iraque. a entrada de bushit neste país se deveu muito mais a uma necessidade de controlar o petróleo (em vias de estagnação nos eua) do que qualquer outra coisa. já disse que saddam husseim apesar de ditador, era o único que conseguia manter o país sob controle, agora a sorte já foi lançada, as etnias brigam pela hegemonia política e bushit briga para conseguir manter a produção de barris. o preço do petróleo nunca subiu tanto. em 75 quando começou a maior crise do petróleo que o mundo havia visto até então, eram poucos os que investiam na alta dos preços dos barris e muitos os que quase foram à falência. hoje em dia essa situação mudou, os investidores de ações apostam no aumento dos valores e lucram absurdamente com a crise. é assim que se vira o jogo a favor da guerra, transformando-a em uma máquina lucrativa. porém existem fatores complicantes: 1 a guerra só é lucrativa quando o lado perdedor é o único que realmente perde 2 com o número de baixas americanas, a população estadunidense começa a questionar se vale a pena trocar vidas humanas por dólares 3 o caos é tão terrível que é preciso investir muito mais do que o retorno que só o petróleo pode gerar 4 o desgaste político do governo bushit que sempre esteve no limite, mas controlado pelo temor que o 11 de setembro se repetisse, começa a fugir do controle e com isso, toda a legitimidade da invasão do iraque, a morte de soldados, o caos instaurado e o lucro esperado não realizado, levam para o saco as espectativas da população de vencer a guerra que não é somente contra o terror, mas também contra a crise interna de suas bases democráticas e de seus valores morais. o furacão katrina veio colocar um basta nas aventuras de bushit. sua permanência no iraque só se justifica agora porque a saída seria uma alternativa suicida para sua política. a natureza do katrina e o espírito de liberdade do povo iraquiano colocaram o grande ditador na posição mais desconfortável. daqui pra frente a guerra continua, mas continua também a cada dia, a derrocada dessa ridícula figura política. como os eua vão sair dessa? votando nos democratas nas próximas eleições e retirando as tropas do iraque, mas o restabelecimento da moral e da admiração do mundo, ainda vão demorar muito a acontecer.enviada por Little-rata
23/11/2005 14:20

Premonição Política

Em 2000 fiquei famosa num boteco em minha cidade natal por brigar com um homem do tipo machista (O negativo) após dizer que o Lula venceria as eleições para a presidência. O homem retrucou: “O que uma mulher pode entender de política?” eu respondi: “Você faz o que da vida?” ele disse: “Sou mecânico.” eu disse, subindo no salto: “Eu sou graduada em História e Mestre em Sociologia, me desculpe, mas acho que tenho mais autoridade moral pra falar de política do que você…” e foi aí que começou a briga… Contei isso apenas para ilustrar o meu poder de previsão política, tenho diversas outras experiências similares no meu currículo. Previ por exemplo que a cabeça do Dirceu ia rolar assim que o Roberto Jefferson começou a abrir o bocão. Hoje em dia essas previsões parecem óbvias, mas juro que na época meus amigos me olharam como se eu estivesse dizendo um absurdo. Hoje a Folha publicou mais uma confirmação das minhas previsões, desta vez, a notícia foi mais óbvia do que as outras. John Murtha, veterano do Vietnam, muito próximo da Casa Branca e do Pentágono, que apoiou a guerra contra o Iraque mudou de posição e aconselhou o presidente a uma retirada imediata das tropas americanas daquele país. É lógico que o Bushit não vai querer fazer isso, ele precisa da vitória a qualquer custo se não quiser ser lembrado pela História como o homem que mentiu para iniciar uma guerra que virou um massacre e levou os EUA à falência moral e à derrota. Porém, a análise de um veterano de guerra que mudou de postura com relação a esse conflito não deve ser compreendida como um apelo humanitário, como querem alguns, mas sim como uma verdadeira visão clara sobre o assunto. Os bushits dizem que a retirada das tropas americanas causaria no Iraque uma guerra civil entre as etnias sunita e xiita, Murtha diz que pelo contrário, a presença dos americanos justificam os ataques terroristas e amplia os conflitos entre as etnias. Aponta que o número de ataques bem sucedidos contra as tropas americanas tem aumentado na proporção do tempo de ocupação. Assim também ocorre com o número de baixas e que conforme passa o tempo, as chances de estabelecer a ordem dentro do país diminuem significativamente. Como que para corroborar com estas afirmações, a Liga Árabe promoveu um encontro entre as lideranças das três principais etnias iraquianas e pela primeira vez desde a queda de Saddam Hussein, essas etnias inimigas chegaram a um consenso e assinaram um documento: todas elas concordam que as tropas americanas devem estabelecer uma data para o início do expatriamento das tropas. Agora entram as minhas previsões: se os americanos, que ultimamente têm se mostrado cada vez mais contrários à permanencia das tropas de ocupação vencerem essa batalha, logo logo haverá uma nova guerra contra algum outro país, porque esta é a tônica do governo Bushit. Se essa batalha for perdida, o Iraque irá virar um funil por onde os recursos financeiros americanos e a vida dos soldados irão escorrer por décadas a fio. Tomara que vençam os primeiros na mesma época das eleições para presidência em 2008 e que Bushit tenha sua vida política enterrada para sempre nos anais da História como sendo o mais cruel ditador do início do milênio.enviada por Little-rata
22/11/2005 17:30

As mulheres vão comandar a Alemanha

São oito mulheres, contando com a primeira ministra, que ocuparão os cargos mais importantes da Alemanha entre 2006 a 2010. Pena que sejam concervadoras aliadas de George W. 69 Bush.enviada por Little-rata
22/11/2005 12:57

Bem Feito

Finalmente alguém tomou alguma atitude contra aquele programinha escroto do João Cleber. Outro dia eu zapeando a tv acabei dando de cara com ele e aquele seu famoso “Teste de Fidelidade”. Fala sério! Alguém acredita realmente que aquilo é de verdade? hahahahahaÉ tão combinado, que quando os atores se abraçaram, o som da voz deles ficou abafado, porque o microfone devia estar na lapela da camisa do sujeito e no sutiã da sujeita. Eu ri até a hora em que o suposto namorado chifrudo começou a xingar a namorada de todos os nomes que eu nem tenho coragem de reproduzir. No palco ela fingiu que apanhava, se jogou no chão, ele fingiu que a chutava enquanto toda a plateia gritava em coro: Puta! Puta! Puta! Meninos eu vi isso! Tanto pior se tudo é combinado, as reações são encenadas e não espontâneas, logo me pergunto o por que do programa encenar e encorajar algo que devia ser banido da face da Terra. Fiquei nauseada e fui atrás de algumas estatísticas: 30% das mulheres são vítimas de algum tipo de violência, veja o link abaixo http://copodeleite.rits.org.br/apc-aa-patriciagalvao/home/noticias.shtml?x=83Fiquei indignada. Aliás faz tempo que eu sou indignada contra esse programa que começou ruim e só piorou desde então. E eu não estou só! O programa foi condenado na justiça a ser retirado do ar para que as organizações de direitos humanos pudessem exercer seu direito de resposta. Como a Rede TV, assim como outras emissoras comerciais, pensa que é dona do canal, desobedeceu a ordem e numa decisão inédita, a justiça determinou que ela fosse punida, ficando 48 horas fora do ar, o que aconteceu entre os dias 14 e 15 de novembro. A partirdo dia 5 de dezembro até o dia 13 de janeiro a emissora será obrigada a transmitir programas que tratam dos direitos humanos, produzidos pelas entidades que processaram a emissora. Demorou! É a chance da sociedade brasileira mostrar que sabe produzir coisas mais interessantes do que os “barracos” onde as mulheres são vítimas do desrespeito ao lado dos homossexuais, das crianças e do telespectador. E quanto ao João Cleber, na boa, não me importaria nem teria peso na consciência se depois dessa ele ingressasse na fila dos desempregados.enviada por Little-rata
21/11/2005 16:33

Fronteira difícil

Sobre a fronteira amazônica com a Guiana Francesa, um artigo que dá uma idéia da dificuldade que as pessoas enfrentam sem ajuda do governo brasileiro http://noticias.uol.com.br/midiaglobal/derspiegel/2005/11/19/ult2682u60.jhtmenviada por Little-rata
21/11/2005 15:18

Atire primeiro, pergunte depois

essa é a tônica da política “bushit” no Iraque. desta vez os soldados americanos mataram cinco pessoas de uma mesma família que viajavam dentro de um microonibus. Duas delas eram crianças. acho que Allá não perdoa mais os americanos, sua misericórdia deve ter um limite… a política de “Bushit” ao contrário não tem.enviada por Little-rata
18/11/2005 13:50

Ferro rebate FHC na tribuna

O deputado Fernando Ferro (PT-PE) criticou, na Tribuna, a postura do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que em entrevista à revista Agenda 45, questionou a competência técnica e a habilidade política da equipe econômica do governo Lula. Para Ferro, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso sai do seu aparente silêncio para tecer críticas à política econômica do Governo. \”Às vezes, tenho a impressão de que ele está no delírio ou vivendo uma paranóia política. O discurso que sempre ouvimos dos tucanos foi o de que a atual política econômica é uma continuidade da deles, que não havia novidade e que nós a estávamos reproduzindo. E, agora, vêm comentar os desmandos da tal política econômica\”, afirmou o parlamentar. Fernando Henrique fala que o País vive em dificuldades e entrou numa armadilha econômica. Logo ele, que foi o responsável pelas baixíssimas taxas de crescimento de nossa economia. Portanto, não tem autoridade política nessa área para reclamar das taxas de crescimento praticadas e conseguidas no atual Governo, com todas as críticas que se possam fazer. O petista completa, afirmando que \”parece-me que o ex-Presidente estava num momento de ócio, acordou e delira ao criticar as taxas de juros do Governo Lula. Foi ele quem elevou as taxas de juros neste País a 40% e as deixou em 26%, no estertor do seu Governo\”. No pronunciamento, Fernando Ferro disse ainda que o dr. Fernando Henrique Cardoso está tentando voltar à cena política e reascender o ano eleitoral. O ex-presidente fala nas restrições da condução da política, mas foi ele o responsável pelo apagão energético, apagão social, apagão econômico e pelos difíceis momentos da economia deste País. Se os tucanos fossem competentes e bons de governo, não teriam perdido a eleição. A verdade é que o País renega a herança do Governo Fernando Henrique Cardoso. E isso é visível nas pesquisas de intenção de votos, quando se inclui o nome de Fernando Henrique Cardoso. O ilustre intelectual Fernando Henrique Cardoso, outrora chamado de príncipe dos sociólogos, agora se converte, definitivamente, no sociólogo dos príncipes; defende os interesses dos ricos. Foi ele o responsável por essas taxas de juros que hoje tanto critica. Ferro lembra que, quando FHC começou seu governo o País tinha uma dívida interna de 60 bilhões de reais e deixou o País com uma dívida de 800 bilhões de reais. \”Aí está um dos motivos da exigência da taxa de juros da ordem atual, que, infelizmente, não podemos debelar e reduzir mais do que já temos conseguido. Gradativamente, Sr. Presidente, estamos praticando uma política de redução de taxa de juros que permitirá, no próximo ano, por meio de uma série de ações na área de infra-estrutura, promover crescimento e desenvolvimento econômico, coisa que não estamos conseguindo fazer\”, analisou. Na opinião do vice-líder do PT na Câmara, os tucanos não têm um discurso na área econômica que compita com o do Governo Lula. \”Não têm políticas sociais para competir com a nossa ação social, pois estão aí o Bolsa Escola, o programa de reforma agrária, o Luz para Todos.\” Ao mesmo tempo, restou-lhes o discurso da moralidade, da pretensa moralidade. Mas não podem porque Pasta Rosa, SIVAM e escândalo da reeleição não permitem competir também nessa área. \”Esperamos que o delírio e o ócio político do Dr. Fernando Henrique Cardoso não lhe permitam trazer mais contribuições desse porte, que nada interessam ao País. O ex-presidente fala nas restrições da condução da política, mas foi ele o responsável pelo apagão energético, apagão social, apagão econômico e pelos difíceis momentos da economia deste País.\” O ex-presidente fala nas restrições da condução da política, mas foi ele o responsável pelo apagão energético, apagão social, apagão econômico e pelos difíceis momentos da economia deste País. Dep. Fernando Ferro Camara dos Deputados Anexo IV – Gabinete 42770.160-900 – Brasília – DFTel. (61) 3215 5427 Escritório em Recife Rua Dom Manoel Pereira, 75 Santo Amaro – Recife – PE 50.050 – 140 Telefax – (81) 3423 9953/3231 6898 enviada por Little-rata
18/11/2005 13:26

Intervozes lança encarte sobre TV Digital na revista Caros a edição de novembro da revista Caros Amigos traz informações atuais sobre os bastidores da definição do sistema de TV Digital, o dilema das concessões e os atropelos do ministro Hélio Costa, entre outros temas. Baixe o encarte em versão .pdf e reproduza livremente. http://www.crisbrasil.org.br/apc-aa/cris/noticias.shtml?AA_SL_Session=c9c029 enviada por Little-rata
17/11/2005 16:18

A Era da Pirataria Estou inaugurando aqui mais um novo velho jargão. Um amigo me falou que o Bill Gates comprou o DOS de um sujeito e depois revendeu para a IBM. Isso me fez pensar na lei de Lavoisier: “Na natureza nada se cria, nada se destrói, tudo se transforma” e na aplicação desta lei no mundo virtual, feito à imagem e semelhança do nosso mundo real. Real? Fiquei pensando na guerra contra os piratas do mundo moderno, na historinha do dvd do “Aerolula” e cheguei a uma conclusão parcial: Como o capitalismo quer banir a pirataria se ele mesmo criou todas as condições para que ela surgisse e se espalhasse feito uma praga? Afinal a Sony, uma das mais atacadas gravadoras, também foi a empresa que criou o Cd e o primeiro gravador de Cd. Afinal foi por causa do código secreto da Microsoft que surgiu o Linux. Afinal foi por causa do monopólio de Hollywood que ser criou o VHS e sua principal ramificação, o DVD… E foi por causa de todas as dificuldades que o mundo material oferece que se criou o mundo virtual, a Internet. E tudo foi criado dentro do mais estrito âmbito legal é claro! um vendeu pro outro, que comprou de outro, que roubou de outro… até na minha vida já surgiu um pirata pilantra, porque não no resto do mundo, e do ponto de vista sistêmico, o sistema da Internet deveria transformar todas as relações HomemXCultura, inclusive o ponto de vista material da própria cultura. O ser humano deve ser flexível para compreender que certas coisas não podem ser vistas como propriedade de alguém do ponto de vista tradicional. … enviada por Little-rata
17/11/2005 14:33

Dia sem muitas notícias

Afora os depoimentos de Antônio Palocci ontem, que negaram qualquer envolvimento de sua administração em Ribeirão Preto com caixa dois, mensalão ou mensalinho, afora a paródia muito bem feita no Jô Soares da música de Zezé di Camargo e Luciano “É o amor”, por “Faz favor”, tratando do dvd pirata do filme “Dois filhos de Francisco” que segundo os jornais, o presidente Lula teria assistido a bordo do “Aerolula”, afora a mulher e os filhos adolecentes russos que comeram uma vítima, afora o crânio de ET encontrado em Quixadá no Ceará, afora meu horóscopo que me diz que Mercúrio está em guerra com Saturno e que é melhor eu não sair de casa hoje, afora as novas máquinas espaciais para desviar asteróides em rota de colisão com a Terra, não aconteceu nada de especial no dia de hoje.enviada por Little-rata
16/11/2005 15:04

Hilário

O Júnior está devolta com mais um blog bombástico! Hilário. Ele não me lê, aliás ninguém me lê… Mas eu leio o dele. atenção para a sessão “Lembranças de um Blog antigo” kkkkkkk noticiasfalsas.blogspot.comenviada por Little-rata
16/11/2005 12:52

Ainda não entendi o caso Jean-Charles

Primeiro os britânicos disseram que ele vestia um casaco de inverno num dia quente, que usava uma mochila pesada e que correu ao ser abordado pelos policiais, daí, da-lhe tiros e o rapaz tombou morto e suspeito. Depois descobriu-se que o casaco era uma fraude, assim como a mochila. Jean-Charles estava vestido normalmente, mas correu ao ser abordado pelos policiais londrinos e da-lhe tiros, ele tomba, ainda sob suspeita. Depois apareceram as gravações das câmeras internas que mostraram Jean-Charles caminhando tranquilamente pela plataforma, nada suspeito… só o fato de que a exata cena do crime havia “desaparecido”. Depois uma testemunha diz que atiraram por mais de trinta segundos no rapaz e a cena do tiroteio reaparece. Agora a informação de que a polícia londrina usou projéteis ilegais nas pistolas. A bala dum dum é famosa por não deixar feridos e por isso é proibida na maioria dos países civilizados… Afinal, por que executaram Jean-Charles com oito tiros de bala dum dum na cabeça? Acho que há mais nesta história do que sonha nossa vâ filosofia… Talvez uma queima de arquivo, quem sabe? http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u48128.shtmlenviada por Little-rata
15/11/2005 00:56

Ambientalista Suicida

Francisco Anselmo, ambientalista do Mato Grosso do Sul ateou fogo em seu próprio corpo neste final de semana durante um protesto contra a implantação de uma usina de álcool no Pantanal. Até agora a notícia é de que seu estado é grave. Mais grave são as coisas chegarem neste ponto, afinal estamos em um país onde o governo só para pra escutar quando a informação chama atenção da mídia. Foi assim com o padre que fez greve de fome contra a transposição do rio São Francisco, foi assim no caso das denúncias de corrupção (onde a mídia é que pauta as investigações das CPI´s) e vai ser assim com este caso. Como diz o banguela Boris Casoy: “é uma vergonha”enviada por Little-rata
12/11/2005 16:19

Rede GTA vê comunicação comunitária como peça-chave na Amaz(Cidadania) – Leia a seguir, trecho da apresentação de Alberto Cantanhede Lopes, vice-presidente do Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) e integrante do Movimento Nacional dos Pescadores, na oitava plenária do Projeto Política Nacional de Apoio ao Desenvolvimento Local, em 24 de outubro de 2005. “Quando discutimos comunicação, é preciso discutir modelos diferenciados. Nos centros urbanos do Sudeste e do Sul e até em algumas cidades da Amazônia, com uma rádio comunitária de um quilômetro de alcance, você consegue falar para dezenas de milhares de pessoas. Mas na Amazônia, há regiões em que você não consegue nem se comunicar com o vizinho mais próximo, que fica a um quilômetro de distância. Os modelos precisam ser discutidos e a lei que regulamenta as rádios comunitárias precisa ser revista. Nós não conseguimos ver o avanço da organização social dentro da Amazônia sem um bom sistema de comunicação. Ele multiplica as informações, forma as pessoas, forma a opinião e aí nós teríamos um mecanismo de denúncia e fortalecimento das organizações locais. (…) Nós fizemos uma proposta para a Fundação Friedrich Ebert e estamos trabalhando num processo onde regionalizamos a Amazônia. Nós trabalhamos com 18 regionais para fazer um processo de formação para comunicação. A primeira rodada está sendo concluída agora. Envolveu em torno de 600, 700 pessoas, principalmente jovens e mulheres. E aí contemplamos a questão de gênero. Mulheres e jovens foram os mais envolvidos nesse período, são as pessoas que assumiram, por exemplo, o projeto Proteger. Nós fizemos programas de comunicação diferenciados de região para região. Tem município com duas ou três rádios comunitárias e outros que não têm nenhuma. A diferença de conteúdo de trabalho muda de local para local. A comunicação é tratada como um direito, não apenas um processo ou complemento, mas como um direito do cidadão, do indivíduo, para colocar suas angústias e contribuir com o crescimento social das comunidades. Isso inclusive se contrapõe ao conceito de rádio comunitária hoje, que na maioria das vezes não são comunitárias. Elas têm o nome de comunitárias, mas lá tem um tutor, um coordenador central, em alguns casos os prefeitos das cidades tornam-se proprietários delas e aí essa rádio não pode dizer uma vírgula que descontente o prefeito, porque é propriedade dele. E se ela está na mão de um outro grupo, é fechada logo depois que disser alguma coisa que descontente o grupo que comanda. Nós contestamos, dentro do nosso processo, esse conceito de rádio comunitária. Se ela é comunitária é para a comunidade utilizar e dar os rumos para ela. É nesse rumo que estamos trabalhando a comunicação na Amazônia, tentando romper a barreira da formalidade da comunicação. Onde se tem a rádio comunitária, trabalha-se a rádio comunitária. Onde não tem, a gente compra um mimeógrafo e trabalha-se reproduzindo a informação do jornal ou qualquer informativo que chega lá. Em relação a internet, trabalhamos com as políticas dos telecentros. Tem algumas comunidades que já estão implantadas, outras em estudo para implantação, inclusive agora com uma conversa com o Ministério de Ciência e Tecnologia, naquele sistema de antenas monitoradas e alimentadas por satélites para a comunicação em banda larga pela internet. Mas esses são pontos, locais bastante raros possíveis de fazer isso, porque depende de uma série de elementos para implantar um telecentro com essa capacidade de comunicar por satélite como a questão da energia sustentável. Mas é o que estamos perseguindo. A rádio, a televisão comunitária já existe, mas esse complemento é ainda fundamental para a gente”. Veja a apresentação completa em powerpoint no link: Link padrão http://www.desenvolvimentolocal.org.br/imagens/mapeamento/PDL323.pdf enviada por Little-rata
11/11/2005 13:46

Night in Tunisia, Internacionalização da Internet

De 16 a 18 de novembro a Onu vai se reunir em Tunis na Tunísia para discutir a Governança na Internet, em outras palavras a internacionalização do controle da rede que sempre foi dos EUA. Vale a pena dar uma olhada no link abaixo para entender do que se trata essa reunião. http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=5431enviada por Little-rata
10/11/2005 23:10

Renán Garcia

em seu depoimento na CPI dos Correios negou o favorecimento do grupo InterBrasil nas licitações de seguros milionários como os da usina Angra I e II, mas não deixa de ser mais do que suspeito, o fato de que apesar do sistema de concorrências possibilitar que pequenas empresas possam abocanhar grandes contratos, uma empresa como InterBrasil, com centenas de reclamações tenha sido beneficiada como seguradora desses contratos. Apesar de muito explicadinho, o sr. Renán Garcia que é responsável pela auditoria da Resseguros do Brasil, não conseguiu convencer… Esse país navega na lama podre. É de espantar que ainda não tenhamos cobrado a cabeça do presidente. Por outro lado, vocês conseguem pensar em uma liderança política, que ainda não tenha tido mandato de presidente e que seja capaz de administrar esse país? Uma liderança capaz de atingir um consenso nesta sociedade cada vez mais amargurada? eu não… então, quem será o novo presidente da república nas eleições que se aproximam? O careca e insosso Alkmin? O arrogante Serra? O traidor FHC? Heloísa Helena, a brava? Roseana Sarney, a filhinha do papai? Ciro Gomes, o hipócrita? Garotinho, o pelego? Eu, a despreparada? Você, o inominado? Esse é um problema sério minha gente! Todas as estruturas deste país estão corrompidas, o crime organizado está infiltrado nelas, não temos uma figura política capaz de mobilizar as massas, o nosso sistema representativo corre o risco de virar uma farsa pior do que já é, ou tenha sido…enviada por Little-rata
09/11/2005 14:16

Eu vou chamar o meu pai porquea briga agora é de cachorro grande. Dêem uma olhada no e-mail que eu recebi e em digam se era ou não era hora… é meio comprida a matéria, mas para quem se interessa pelo tema da democratização dos meios de comunicação, é importante. “A OEA ESTAVA BRINCANDO OU A COISA É SÉRIA MESMO?” “A OEA deu o prazo até julho [de 2005] para que o governo, junto com a sociedade, defina as mudanças que devem ser feitas na legislação. E determinou que a Comissão Interamericana seja informada sobre o andamento deste processo no Brasil.” (Veja no corpo da matéria, abaixo.) Ou a notícia seria mais uma interpretação errônea dos fatos?” ” Direitos Humanos RÁDIOS COMUNITÁRIAS OEA constata violações e pede mudanças nas leis brasileiras Em audiência realizada esta semana nos EUA, Comissão de Direitos Humanos da OEA solicitou ao governo brasileiro que altere a lei que regulamenta o funcionamento das emissoras comunitárias no país e que este processo seja feito com a participação da sociedade civil. Governo concede trégua de seis meses a rádios comunitárias (Não acredite na notícia disponibilizada no end acima. Foi um momento de fraqueza da Carta Maior!…) Bia Barbosa 03/03/2005 São Paulo – Já foram diversas as declarações de membros do Executivo federal que afirmaram que a atual gestão trabalha para o fortalecimento das rádios comunitárias no país. Uma delas, recente, foi do coordenador de Políticas Digitais do Ministério da Cultura, Cláudio Prado, integrante do grupo interministerial criado para discutir a questão da radiodifusão comunitária. Após a primeira reunião do grupo, realizada no dia 3 de fevereiro, Prado afirmou que faz parte da política do governo federal estimular a existência dessas rádios. “Politicamente, estamos trabalhando no sentido de que rádios comunitárias existam. É desejável, do ponto de vista do governo Lula, que existam rádios em profusão, na maior quantidade possível. Deve-se estimular isso, deve-se ajudar e fortalecê-las”, disse. Contraditoriamente, a repressão por parte da Polícia Federal e dos órgãos de regulação e fiscalização do país às rádios comunitárias – que se transformou numa constante durante o governo de Fernando Henrique Cardoso – chegou a se intensificar no governo Lula. O número de apreensões de equipamento e lacre de emissões teve um pico, inclusive, após a instituição do grupo de trabalho interministerial do final do ano passado. A violência e truculência da repressão ainda em vigor e a falta de definição prática por parte do governo Lula sobre o apoio ou o combate às emissoras comunitárias levou o Estado brasileiro nesta segunda (28) a uma audiência na Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos), em Washington. A reunião foi solicitada pela Associação Mundial de Rádios Comunitárias (Amarc) e pelo Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), que pretendiam apresentar à OEA as violações à liberdade de expressão causadas pela contraditória legislação brasileira, principalmente no que concerne às rádios comunitárias, e solicitar ao governo federal medidas que ponham fim a estas violações. Participaram da audiência Eduardo Bertoni, relator da OEA para a liberdade de expressão, o comissionado José Zalaquett, Alexandra Costa, advogada do Ministério das Comunicações, o advogado argentino Damián Loreti, assessor da Amarc América Latina e Caribe e Ivan Moraes Filho, do MNDH. As organizações proponentes não tiveram tempo de aprofundar a questão da repressão às rádios, mas solicitaram formalmente uma mudança na legislação para o setor e a incorporação da sociedade civil neste processo. A principal argumentação para o pedido de alteração na lei são as contradições entre a própria Constituição Federal – que garante a livre expressão da atividade de comunicação independentemente de censura ou licença – e as limitações impostas às rádios comunitárias, além da violação à Convenção Americana, ratificada pelo Brasil, que garante a liberdade de expressão. “Existem para as emissoras não comerciais discriminações explícitas em relação à utilização de monocanal para a totalidade do país, o que burla qualquer vocação pluralista em cada área de cobertura. Dos duzentos canais que existem para a freqüência modulada, comente um se destina à radiodifusão não comercial e, além disso, com um prazo de licença várias vezes menor do que para as emissoras comerciais. Como se isso não bastasse em termos de discriminação, sua potência é sumamente discrepante com sua área de cobertura. A impossibilidade de gerar cadeias ou redes ainda as exclui mais, porque não podem sequer supor realizar a transmissão de eventos de interesse social. Este quadro se agudizar ao se notar que também não podem gerar recursos genuínos – já que receberiam sanções por transmitir publicidade – e que não possuem nenhum tipo de defesa possível no caso de interferências prejudiciais por parte de emissoras comerciais”, diz o documento entre à OEA. “Em suma, vemos com preocupação a vigência de normas que colidem frontalmente com os parágrafos 1º, 2º e 3º da Convenção Americana de Direitos Humanos ao admitir-se expressamente a existência de obstáculos à livre circulação de informações ou opiniões, censura e restrições prévias de conteúdos e administração arbitrária e ilegal das freqüências radioelétricas”. A advogada do governo Alexandra Costa apresentou uma série de números para justificar a demora dos processos de solicitação de freqüência e minimizou a responsabilidade do governo federal na polêmica das rádios comunitárias por entender que as concessões como uma tarefa do Legislativo. Mas reconheceu que a legislação é contraditória e limitante. A Comissão da OEA decidiu, então, solicitar uma modificação na legislação brasileira para rádios comunitárias, reforçando que esta modificação deve ser feita com a participação da sociedade civil. “Ficamos muito felizes com o resultado da audiência. O mínimo que esperávamos era que o governo brasileiro se comprometesse a incorporar a sociedade civil nos debates sobre as rádios comunitárias. E isso aconteceu”, comemora Sofía Hammoe, integrante da Amarc Brasil. “Segundo Alexandra, o grupo de trabalho criado pelo governo continuará sendo interministerial, mas devem ser criadas formas para a participação da sociedade no GT e outro grupo, mais amplo, deve ser criado para discutir especificamente as mudanças na lei”, explica. A OEA deu o prazo até julho para que o governo, junto com a sociedade, defina as mudanças que devem ser feitas na legislação. E determinou que a Comissão Interamericana seja informada sobre o andamento deste processo no Brasil. Amarc e MNDH enviarão agora uma carta ao governo pedindo informações mais precisas de como este debate será conduzido. Há anos as duas organizações, ao lado de outras entidades que lutam pela democratização da comunicação no Brasil – como a Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária) – têm organizado audiências junto a órgãos federais e participado de reuniões sem que mudanças na política implementada pelo governo tenham se concretizado. “Há uma contradição entre o que governo faz e fala. Aparecem declarações dizendo que o governo quer uma profusão de rádios ao mesmo tempo em que continua com um comportamento profundamente violento. Se a vontade do governo é trabalhar a questão das rádios comunitárias, porque não chamou nenhum dos grupos da sociedade civil? O que aconteceu com todo o trabalho do GT de 2003? Foi para o lixo? Então uma coisa é falar e outra é fazer. Apesar a criação deste grupo interministerial, aproveitamos a oportunidade de interlocução internacional para resolver, lá fora, o que não se resolve aqui. O diálogo está aberto. Precisamos trabalhar juntos. Mas a pressão internacional é muito importante neste sentido”, conclui Sofia. ” http://agenciacartamaior.uol.com.br/agencia.asp?id=2870&amp;cd_editoria=004&amp;coluna=reportagensenviada por Little-rata
09/11/2005 00:22

Lula e o membro fantasma II

1 Investimos em infra estrutura de exportação 2 Investimos em superávit primário 3 O Bolsa Família é o maior programa de assistência governamental existente no mundo hoje. 4 A Inflação é a menor dos últimos cinco anos 5 ……………………….. O Lula esqueceu de contar que não fez nada pela saúde, é que amputaram esse dedo dele… (eu sei que é infame!)enviada por Little-rata
08/11/2005 15:54

Concurso Educine para roteiristas

Concurso “Curta em Ação” para roteiristas, visite a página http://www.educine.org.br/ e não se esqueça de visitar também meu blog de ficção:) www.littlerata.blogspot.comenviada por Little-rata
08/11/2005 15:51

Site de aventuraswww.aventurajah.com.brenviada por Little-rata
08/11/2005 13:29

“Membro fantasma”

Ontem o Roda Viva exibiu seu programa de número 1000. Parabéns ao Paulo Markun que conseguiu para esta data comemorativa uma entrevista com o presidente Luís Inácio Lula da Silva. Lula se ululou de ter conseguido conquistas nunca antes imaginadas ao país e numerou essas conquistas, uma a uma até chegar no número cinco, quando seu indicador tocou o cotoco do seu dedo mindinho amputado. O presidente num ato falho olhou meio assustado para o cotoco, como quem pensa: ué! cadê aquele dedo que estava aqui! e deixou escapar um risinho meio disfarçado, como quem pensa: de novo eu esqueci que é só um “membro fantasma”. Acho que ele deve ter pensado que se isso não passou despercebido, vai estar nesta semana em todos os programas humorísticos.enviada por Little-rata
08/11/2005 13:25

Xuxa Gorda

a xuxa disse numa entrevista que não malha já faz 3 anos, que cansou desta vida e se arrependeu de ter colocado silicone pois isso não condiz mais com a sua profissão autal (o que? ela mudou de profissão?) e que foi buscar sua filha na escola e ouviu uma menina dizer: olha mãe! a xuxa está gorda! hahahahahaenviada por Little-rata
07/11/2005 14:41

Sidney Beraldo, hahahahahahaha

Sidney Beraldo é o novo presidente do PSDB. Ele foi prefeito na cidade de S. João da Boa Vista, minha cidade natal e posso dizer que na época, muita gente se sentia contente com seu governo, mas há indícios de irregularidades graves durante seu mandato, que nunca foram apuradas porque nesta cidadezinha ordinária, a elite manda-chuva é fechada como uma ostra porque está toda com o rabo preso. De uma coisa eu tenho certeza, para nós, cidadãos ordinários, desta cidade ordinária, nada vai mudar, porque o Sidney, desde que deixou a prefeitura para se alçar ao cargo de deputado, esqueceu que é sanjoanense, como faz aliás, a maioria das pessoas que conseguem sair daqui.enviada por Little-rata
07/11/2005 14:21

DEPOIS DE MIM, QUE VENHA A TEMPESTADE (LUÍS XV)

“Depois de 11 dias de confrontos, em que milhares de carros foram queimados, além de escolas e outros estabelecimentos, o jornal “Le Figaro” afirma nesta segunda-feira que os choques no país são “infecciosos”.” (FOLHA ONLINE)PARECE QUE ESTOU LENDO UM PERIÓDICO FRANCÊS DO MÊS DE FEVEREIRO DE 1789.A FRANÇA SEMPRE FOI SENSÍVEL ÀS MANIFESTAÇÕES POPULARES E OS POPULARES,SEMPRE FORAM SENSÍVEIS À FALTA DE AÇÃO DOS GOVERNANTES. A ONDA DE VIOLÊNCIA QUE SE ESPALHA NO PAÍS NÃO É A PRIMEIRA E NEM SERÁ A ÚLTIMA,GRAÇAS A DEUS, PORQUE ENQUANTO A FRANÇA FOR CAPAZ DE SAIR ÀS RUAS, A ELITE BURGUESA DE TODO O MUNDO CONTINUARÁ A TEMER O PODER DAS MASSAS. SE ISSO NO PASSADO SERVIU PARA UMA CONSIDERÁVEL REFORMA NAS ESTRUTURAS POLÍTICAS DO MUNDO TODO, É POSSÍVEL QUE CONTINUE SERVINDO A ESSE PROPÓSITO AINDA HOJE. ENTRETANTO, É DE DAR DÓ VER QUE OS CONFLITOS SE ESPALHAM, COMO NO “GRANDE MEDO” DE GEORGE LEFEBVRE. TODOS NÓS QUEREMOS A ORDEM, MAS VIVA LA REVOLUCIÓN! VIVA LA FRANCE E SUA CAPACIDADE DE EXIGIR PARA O BEM OU PARA O MAL, QUE OS PROBLEMAS SEJAM RESOLVIDOS RAPIDAMENTE. É UM BOM EXEMPLO PARA NÓS, PACATOS CIDADÃOS PISOTEADOS BRASILEIROS. enviada por Little-rata
07/11/2005 14:14

7X1TIMÃO EH! OH! TIMÃO EH! OH! É SÓ ALEGRIA!enviada por Little-rata
07/11/2005 00:50

Alguém lê essa joça?A qualidade do que eu escrevo está na razão inversamente proporcional ao número de leitores que tenho. Mesmo assim, parar de escrever, nunca! Render-se, jamais.enviada por Little-rata
05/11/2005 18:46

GEORGE W. BUSH, GET BACK THE WAY YOU ONCE BELONG! GO HOME! LEAVE US ALONE! WE DON´T MAKE AGREEMENTS WITH CRIMINOUS LIDERS OR MURDERERS LIKE YOU! GET OUT OF HERE, GO TO THE HELL TO PAY YOUR SINS!enviada por Little-rata
05/11/2005 18:25

Ladrão que rouba ladrão…

Collor vota em Lula é isso aí que se chama de solidariedade de classe, ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão não é mesmo? O Collor roubou a eleição do Lula em 89, (fato comprovado) O Lula roubou mais que o Collor na presidência, (fato quase comprovado) O Collor perdoa o Lula e vota nele no próximo pleito (fato a ser comprovado) mas tudo faz sentido… http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2005-10-30_2005-11-05.html#2005_11-05_16_01_18-10045644-0enviada por Little-rata
05/11/2005 01:33

Site bacanatem um site bacana sobre o meu amigo paulão, pra quem não conhece essa figura, vale a pena dar uma olhadinha.www.djpaulao.comenviada por Little-rata
04/11/2005 15:20

Seminário pede manejo e certificação adequados para a Amazône-mail enviado por: José Arnaldo de Oliveira da Rede GTA “A moção final do seminário “Manejo e Certificação Adequados para o Desenvolvimento Sustentável”, realizado pela Rede GTA nos dias 26 a 28 de outubro de 2005 em Belém do Pará, alerta para grandes riscos existentes ao manejo sustentável da floresta e aponta providências imediatas para consolidar esse rumo contra a destruição predatória do patrimônio amazônico: “Marcada em 2005 por uma das secas mais rigorosas em cem anos, a Amazônia Brasileira precisa ampliar imediatamente os instrumentos capazes de garantir o desenvolvimento de suas comunidades de maneira adequada à proteção da biodiversidade e da própria floresta e de seus rios diante das mudanças climáticas e do desmatamento que as acentua. Em outras palavras, mudar o padrão de uso dos recursos naturais. O manejo sustentável de recursos naturais está com seus esforços ameaçados pela burocracia e pela falta de integração entre programas públicos e neste sentido exige ações conjuntas de governos, organizações sociais, empresas e consumidores. O seminário “Manejo e Certificação Adequados para o Desenvolvimento Sustentável”, realizado pela Rede GTA nos dias 26, 27 e 28 de outubro de 2005 em Belém (PA) apontou caminhos para a melhoria da inclusão social e do ambiente institucional que são fundamentais para a consolidação da sustentabilidade contra a exploração predatória que ainda predomina na região. As experiências apresentadas demonstram que a renda de atividades agroflorestais, agroextrativistas ou de manejo sustentável começa a superar as práticas de queimadas, desmatamento e pastagens. O Brasil, como abrigo da maior floresta tropical do mundo e também de um desmatamento responsável por 75% de sua emissão de gases estufa, deve assumir de forma integrada sua responsabilidade sobre esses temas que avançam além do aspecto ambiental. O custo da responsabilidade social e ambiental ainda concorre desigualmente com os produtos mais baratos da atividade criminosa ou irresponsável para com a floresta e suas comunidades. É imprescindível a mobilização de esforços de governos, parlamentares, movimentos sociais e de consumidores para superar esse cenário destrutivo. Pontos de reivindicação consensuados entre os participantes do seminário • A regulamentação dos produtos extrativistas na Lei dos Orgânicos, sejam de áreas comunitárias ou privadas de uso múltiplo da floresta e das águas, é um tema prioritário, devendo ser aprofundado em reuniões regionais no primeiro bimestre de 2006. • A imediata resolução das pendências de planos operacionais de empresas e comunidades certificadas e de planos de manejo de unidades de conservação são requisitos essenciais para a continuidade do processo sustentável na Amazônia Brasileira. Para isso, o Governo Federal deve estabelecer um grupo de trabalho em parceria com movimentos socioambientais, Grupo de Produtores Certificados e procuradores da República para definir mecanismos de transição e retomada de atividades de manejo florestal. • O tratamento prioritário do Congresso Nacional para o projeto de lei sobre gestão de florestas públicas. • A urgente regulamentação de normas gerais para tipos de manejo ainda não testados em experiências inovadoras e sua discussão exige a criação de um grupo interinstitucional envolvendo movimentos socioambientais e os ministérios de Meio Ambiente, Agricultura e Desenvolvimento Agrário. • A necessidade de regulamentar contratos de concessão de uso previstos no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), particularmente em áreas de uso sustentável de comunidades como reservas extrativistas, reservas de desenvolvimento sustentável e florestas públicas, também deve ser pensada para comunidades situadas fora das unidades de conservação a exemplo da portaria para ribeirinhos publicada em outubro pelo Departamento do Patrimônio da União. Outros pontos acordados durante o seminário • A importância comunitária do instrumentos da certificação socioparticipativa e da aplicação de auditagem participativa em cadeias produtivas da Rede de Tecnologia Social é um tema central no próximo ano, além de ser levado para a Assembléia Geral da rede Forest Stewarship Council (FSC) em dezembro de 2005 na cidade de Manaus. • As entidades socioambientais propõem-se a realizar em curto prazo um mapeamento dos produtores agroextrativistas nos níveis locais e amazônicos. Ao mesmo tempo, precisam avançar no reconhecimento de mercados consumidores regionais, nacionais e internacionais voltados para os produtos sustentáveis. • As associações e cooperativas de produtores familiares da Amazônia Brasileira devem iniciar os estudos sobre melhorias que possam oferecer a agregação de valor para os produtos provenientes do manejo sustentável. Esse processo tem sua continuidade na capacitação de comunidades para a organização da produção e a busca dos padrões de qualidade em seus produtos. • Esse processo precisa ser acompanhado, em 2006, por uma grande campanha de conscientização dos consumidores e consumidoras do Brasil sobre o acesso e a importância da produção sustentável. Nesse sentido, também deve ser buscada a identificação de critérios de identificação de origem amazônica para esses produtos. • A produção oriunda do manejo sustentável da floresta e das águas exige ainda que suas questões sejam incorporadas nos serviços nacionais, estaduais e municipais de assistência técnica, como preconizado nas diretrizes de agroecologia do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. • Entre as ações essenciais para o mercado sustentável que queremos estão o fortalecimento da organização das comunidades e o aumento de presença do poder público e dos servicos básicos como educação, saúde e segurança alimentar e regularização fundiária. Para essa finalidade é preciso uma revisão dos cortes lineares de recursos promovidos pelo Ministério da Fazenda, especialmente em prioridades como o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal”. Assinam: Grupo de Trabalho Amazônico (Rede GTA) Grupo Produtores Florestais Certificados da Amazônia (PFCA) Conselho Brasileiro de Manejo Florestal (FSC Brasil) Conselho Nacional dos Seringueiros (CNS) Cooperativa das Mulheres Extrativistas do Marajó (CEMEM) Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA) Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAGRI-PA) Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAGRO-RO) Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Amazônico (IPDA) Movimento das Mulheres Ribeirinhas do Amazonas (MMTR) Projeto Saúde e Alegria (PSA) Instituto Socio Ambiental (ISA) Federação de Assistência Social e Econômica (FASE/Pará) Argonautas Ambientalistas da Amazônia Cooperação Associativo Ambiental Panamazônica (CAMPA)” www.gta.org.brenviada por Little-rata
04/11/2005 15:06

Hoje só deu “Folha” no meu blog

O artigo a seguir explica porque o desmatamento na Amazônia é quase duas vezes maior do que o que se estimava até ontem. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u13900.shtmlenviada por Little-rata
04/11/2005 14:48

Chavez será o único a participar das duas cúpulas.

O presidente da venezuela será o único a participar da “cúpula das américas” e da “cúpula dos povos”, “contracúpula”… De qualquer maneira, como os governantes que se dizem representantes do povo se recusam a participar de uma “cúpula dos povos”? Eu me lembro em 2003 no Fórum Social Mundial, quando Hugo Chavez discursou, também me lembro do Lula que participou do encontro. O que houve? Será que o Lula está com medo de participar da “cúpula dos povos” e isso parecer uma provocação a George Bush ? ‘Tá com medo?http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u47792.shtmlenviada por Little-rata
04/11/2005 14:35

I Congresso Brasileiro de Jornalistas Ambientaishttp://www.olhardireto.com.br/news.asp?news=264946&amp;sec=15enviada por Little-rata
03/11/2005 14:54

Deu no Kibe Loco

Maníaco do Parque quer visitas íntimas hahahahahahttp://kibeloco.blogspot.com/quem será a mulher desse bandido?Aí professor Sérgio Marx? Não é uma boa fonte de pesquisa pra sua tese da “mulher de bandido na cultura”? só não manda para a entrevista uma de suas orientandas…enviada por Little-rata
03/11/2005 14:29

Bush na América “sem lei”

O The Times londrino publicou que Bush vai para a terra dos “fora da lei” e a “Folha” reproduz a explicação em favor da ALCA dada pelo secretário de Comércio dos Estados Unidos, Carlos Gutiérrez: “Hoje,existem mais americanos com trabalho do que em qualquer outro momento da história”,disse, justificando a importância da produtividade e do livre comércio. Ele só esqueceu de dizer que boa parte dos cidadãos masculinos dos EUA estão empenhados no exército em alguma guerra sem razão por aí e que boa parte da produção de mercadorias cresceu em função do tráfego EUA-Oriente Médio… assim qualquer país tem emprego de sobra pra oferecer, mas deixando de lado as conclusões precipitadas, se esta é a terra sem lei, o que dirá da terra que ele defende e que nos deu mostras durante a passagem do Katrina de falta de organização, solidariedade e respeito aos cidadãos do próprio país. O mundo não quer ser governado por uma nação que permite acontecer coisas como aquela. Se o livre comército das américas vai trazer mais empregos e mais riqueza, então como explicar a pobreza dentro dos EUA? Não devia partir deste país o exemplo de que o sistema que defende é perfeito? Mas o sistema que ele defende é imperialista e não existem mundos suficientes para serem conquistados e divididos entre os aliados. O governo de Bush passou por cima até mesmo da ONU baseado em uma mentira, não obteve a resposta adequada. Um presidente que mente não devia ser reeleito… o que me lembra do Lula e faz meu coração doer, mas devo voltar para o tema: Se somos uma “Terra sem Lei” é porque certamente a intromissão do governo estadunidense nos processos políticos latino-americanos atrasou nosso desenvolvimento em todos os sentidos e em todas as instituições. Todos nós nos lembramos e hay que endurecer pero sin esquecer jamas, que foram os EUA os principais patrocinadores das ditaduras sul americanas. O governo estadunidense está desesperado pela ALCA e se ela é algo bom pra eles, isso é mais do que um sinal de que vai ser ruim pra nós. Segundo o secretário de comércio estadunidense, a ALCA é uma questão de tempo, pode levar um, dois, dez, vinte anos, mas um dia nós iremos perceber que ela é o melhor para nós Fim de papo sr. Carlos Gutierrez, nos veremos daqui a vinte anos então.enviada por Little-rata
03/11/2005 13:53

Do blog do Josias”

Nos contatos de ontem, FHC se disse “estarrecido” com as notícias sobre a suposta onda de espionagem contra adversários do governo. Se o Planalto estiver por trás, como suspeita o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio, será “o fim do mundo”, disse FHC.” http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/ foi o próprio FHC que fez renascer o serviço de inteligência na forma da ABIN, agora reclama que isso é o fim do mundo… que coisa né?enviada por Little-rata
03/11/2005 13:45

Em vias de lançamento…Está para ser definitivamente lançada a campanha para 2006 da coordenação CRIS – Brasil (Comunication rights in Information Society) pela democracia na comunicação. Neste mês a coordenação se reúne para dar os últimos retoques no que ficou combinado desde o encontro realizado em setembro deste ano em São Paulo. Um dos pontos levantados pelo encontro era a criação do sistema público de comunicação, que está previsto na Constituição Federal de 1988, como um sistema complementar ao privado e ao estatal, mas que na prática ainda não existe. A próxima reunião será realizada em Brasília entre os dias 7 e 9 de novembro.enviada por Little-rata

28/10/2005 14:50

Máfia Verde

Já ouvi falar do livro Máfia Verde e consegui hoje dar uma olhada no primeiro capítulo. Me chamou atenção o fato de terem dado tanta importância a um sujeito que diz o seguinte: “Para o Brasil, essa agenda (ECO-92) implicou na oferenda da delimitação da absurda e gigantesca reserva indígena ianomâmi, uma área de 90.000 km2 situada na fronteira com a Venezuela, habitada por alguns poucos milhares de silvícolas errantes que ainda não ultrapassaram o nível civilizatório do Neolítico.” (…) “Foi sob essa mesma matriz que as redes da Teologia da Libertação, com o apoio ostensivo de famílias oligárquicas européias, especialmente a Casa de Windsor – e, com ela, a Igreja da Inglaterra -, formaram a liderança do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), muito antes que este surgisse como o assustador movimento de massas que ameaça transformar o Brasil numa gigantesca Colômbia.” hahaha, a teologia da libertação e o MST foram apoiados “ostensivamente” pela casa de Windsor!!! até onde eu sei a Inglaterra tem uma maioria da igreja anglicana e de protestantes. A corrente da Teologia da Libertação é católica e se formulou com base no Consílio do Vaticano I. Nos últimos anos tem sofrido constantes baixas uma vez que a renovação carismática tem ganhado mais atenção dentro do catolicismo. O MST é desenvolvimento do movimento social das Ligas Camponesas da década de 60 e 70, que desde aquela época defendiam a reforma agrária no Brasil. A transformação do Brasil em uma Colômbia é possível de acontecer, mas por causa do tráfico de drogas e não através da atuação de um movimento social que pode ser chamado de qualquer outra coisa, menos de ilegítimo. O “super intelectual”, o autor Lorenzo Carrasco confundiu alhos com bugalhos e acha que as formas de vida indígenas não passaram ainda do Neolítico, não podento portanto, serem consideradas civilizações, o que nos leva a crer que ele defende que estes “silvícolas” lógicamente devem ser submetidos a um processo civilizatório, incluídos na grande e maravilhosa sociedade industrial que vem cumprindo as determinações do Gênesis bíblico de dominação da natureza, fazendo assim a obra do Senhor hahahahahahahahahaha nunca li tamanha besteira e se já nos primeiros parágrafos do primeiro capítulo do livro encontro esse tipo de argumento, imagino o que vem a seguir. não leve a sério esses caras!enviada por Little-rata
26/10/2005 14:52

Ontem o número de soldados americanos mortos no Iraque chegou a 2000, levando o presidente George W. Bush a uma desconfortável posição. Será que são 2000 mesmo? Como se isso não bastasse, o presidente TODOPODEROSO ameaçou vetar a lei que estende a proibição da prática de tortura para presos sob custódia do exército americano. Guantânamo está na mira desse projeto, mas o presidente e o vice querem vetá-la porque defendem que necessitam de “flexibilidade” na luta contra o terror. Em outras palavras é a lei do olho por olho, dente por dente que está em vigor: contra o terror, aplica-se o terror. É que o presidente não tem idéia de quantas pessoas no mundo gostariam de torturá-lo, senão repensaria essa sua proposta de “flexibilidade”, afinal, ele não vai ser presidente para o resto da vida, não terá para o resto da vida todo o aparato de segurança que o protege… mas isso é só o meu inconsciente irracional falando. A verdade é que esse nazista já deu mostras anteriores de ser o mais desumano dos humanos da atualidade, alguém que não fica nem um pouco atrás dos arquitetos do 11 de setembro, se não for pior, pois a lei do olho por olho era mais justa do que esta que ele está a aplicar. No 11 de setembro morreram cerca de 3.000 pessoas. No Iraque já morreram cerca de 25.000. Somem às baixas americanas e veremos que Bush já matou cerca de 27.000 vidas humanas. Isso não é justiça. Afora essas mortes, quantos seres humanos vem sofrido torturas inomináveis nas bases ultra secretas dos EUA? A prática da tortura é condenada em todos os tratados internacionais de Direitos Humanos que os EUA são signatários. Essa mania de tapar o sol com a peneira não é exclusiva do Brasil, porque no combate ao terror, a primeira medida eficaz seria o respeito à soberania das nações. Já disseram que cada país tem o ditador que merece, no caso do Iraque, Saddam Hussein, que era tido como um dos mais sanguinários tinha um mérito que não se pode descartar: sob sua ditadura as diversas etnias que hoje se matam à bombas no país, viviam sob controle. Em nome da liberdade os EUA deflagraram um caos que não está nem perto de acabar e pode facilmente vir a se tornar no maior holocausto da história da humanidade. Se cada país tem realmente o ditador que merece, só posso ter pena dos norte americanos que vivem agora sob a ditadura Bush, a primeira da história desse país.enviada por Little-rata

26/10/2005 14:30

Celso Daniel e a máfia

Continuam as investigações sobre o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, sequestrado e morto em 2002. Agora estão sendo ouvidos o chefe do gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho e o juíz João Carlos da Rocha Mattos, aquele acusado de vender decisões judiciais, preso desde 2003. O caso se complica, graças à insistência da família de Celso Daniel que nunca acreditou na versão final das investigações que deram ao crime o status de “crime comum”. Aparentemente Celso Daniel descobriu um esquema de propinas envolvendo empresas de coleta de lixo e o PT e ameaçou levar o caso à justiça, o que provavelmente o sentenciou à morte. A correta investigação deste caso pode levar a conclusões assustadoras e se for confirmada a participação de petistas no crime, estaremos mais próximos de descobrir até onde vai a máfia que agora parece ter se infiltrado no PT. A elucidação desse crime também é importante para a reabertura do caso do assassinato do prefeito de Campinas, o Toninho do PT, morto em 10 de setembro de 2001. Segundo a esposa de Toninho, o crime não foi “comum” e merece ser apurado pela polícia federal, pois há suspeitas de que tenha sido encomendado por motivos semelhantes ao do caso Celso Daniel. Na minha opinião, a mídia não tem dado as devidas atenções a esses dois casos, concentrando-se mais na espetacularização da prática de caixa 2 dos partidos do governo e da oposição. Se dermos uma olhada no código penal, veremos que um assassinato – ou dois – são crimes muito piores do que o uso de recursos financeiros não declarados, isso parece óbvio, mas não é, porque até agora, o caso dos assassinatos dos prefeitos não têm figurado nas primeiras páginas dos jornais. Se for comprovado o envolvimento de políticos do PT na ordem de assassinato, a prática do caixa 2 vai parecer brincadeira de criança… Leia mais em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u73492.shtmlenviada por Little-rata

24/10/2005 12:47A Natureza Contra-AtacaDêem uma olhada na link abaixo e somem isso à enorme seca no Amazonas, aos terremotos no Perú, Colômbia, Paquistão, aos 22 furacões que já atingiram o golfo do México só este ano, às maiores temperaturas já registradas na face da Terra, ao Tsunami de dezembro passado, ufa! esqueci de alguma desgraça? http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u114476.shtmlenviada por Little-rata

24/10/2005 02:20NOSSA! O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO ÀS PRESSAS E TÁ BEM CONFUSO, VOU TENTAR AO LONGO DA SEMANA SEPARAR OS TÓPICOS E DEFENDER TODAS AS TRUNCADAS OPINIÕES MAL EXPOSTAS NESTA VÃ TENTATIVA DE TIRAR O PESO DA MINHA CONSCIÊNCIA POR TER VOTADO NÃO.enviada por Little-rata23/10/2005 15:46Referendo:Vamos tapar o sol com a peneira?se você realmente acha que as armas são o maior problema da violência, assistam Tiros em Columbine de Michael Moore. ele descreve a situação da violência nos EUA, que tem causas diversas da nossa, mas vale à pena dar uma olhada porque o filme prova que as armas não impelem a violência por si só. no caso do Brasil, a falta de oportunidades para as classes mais pobres tem gerado ao longo dos anos os “filhos da violência”, da violência do Estado e seu descaso para com os despossuídos, a violência das classes abastadas que trata a pobreza como doença do indivíduo pobre e não do nosso sistema, a violência da falta de investimentos em saúde pública e da negligência dos governantes municipais – como vimos no caso dos 40 milhões de reais desperdiçados em remédios que nunca foram distribuídos e estragaram nos galpões da prefeitura. isso é o que gera a violência, isso e a proibição da venda de drogas, que faz com que os traficantes lucrem na ilegalidade e vivam em guerra contra as pessoas de bem e o Estado -que é quem deveria controlar esse lucrativo negócio-. a venda de armas por si é algo que deveria ser proibido, não só no Brasil, mas no mundo todo, porém, se queremos isso para o nosso país, precisamos antes de mais nada oferecer oportunidades para a população fugir da lógica da violência, porque a proibição da venda de armas sem os cuidados devidos ao contexto da miséria, da concentração de renda e do descaso dos governantes não irá impedir que a escalada para a guerra civil continue. mesmo porque o governo não tem competência sequer para impedir que as armas sejam traficadas pelas nossas fronteiras. além das drogas, os bandidos teriam mais um lucrativo negócio ao seu dispor. com a proibição da venda legal de armas os bandidos teriam o dobro das rendas que hoje conseguem adquirir vendendo maconha e cocaína sem o mínimo controle do Estado, isso porque o cidadão comum que se vê temeroso, ou que é ameaçado não teria como negociar legalmente a compra de armas, negociaria então com o bandido, como fazem os viciados em drogas. as armas continuariam circulando, mas sem o menor controle do Estado o que dificultaria inclusive o trabalho de investigação dos crimes, uma vez que não seria possível atestar a procedência das armas vendidas ilegalmente. é claro que existe o outro lado da questão e que este referendo colocou o Brasil inteiro em dúvida. Indpendente do resultado, acho que vale a pena retornarmos a esse assunto no futuro, quando o país tiver resolvido seus problemas de desigualdade social. (sonhar não custa nada)enviada por Little-rata21/10/2005 10:30Fora Hélio Costa!segue abaixo uma informação sobre a atuação do Ministro da Rede Globo das Comunicações, o “Exelentíssimo” Sr. Hélio Costa “FONTE: http://www.agert.org.br SECRETÁRIO DE SERVIÇOS DO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES REVELA EM CANELA QUE EMPRESÁRIOS ANUNCIANTES DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS SERÃO PUNIDOS PELO NOVO CÓDIGO DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS 20/10/2005 O Secretário de Serviços de Comunicação do Ministério das Comunicações, Joanilson Laércio Barbosa Ferreira, disse nesta quarta-feira, dia 19/10, em Canela/RS, que até o final de 2005 ocorrerá à divulgação de um novo Código de Rádios Comunitárias. “Estamos trabalhando com o Ministério Público, Fazenda Estadual e com os anunciantes para elaboração desse código”, adianta o representante do governo. A principal resolução trata da punição aos empresários que anunciarem em rádios comunitárias, o que é configurado como uma ilegalidade. O anúncio ocorreu durante o 18° Congresso de Rádio e Televisão da AGERT, realizado no auditório do Hotel Laje de Pedra. Joanilson Ferreira reconheceu que a atuação das rádios piratas e o descumprimento de regras por parte de algumas rádios comunitárias, a principal preocupação das rádios comerciais, também perturba muito o Ministério das Comunicações. Para o representante do Ministro a definição dos papéis não está clara, pois na realidade as rádios comunitárias são uma grande incógnita, pois se ela não consegue verbas da própria comunidade, não está exercendo o seu papel”, enfatizou Joanilson. TECNOLOGIA DIGITAL ! Outro assunto levantado pelo secretário foi uso da tecnologia digital pela radiodifusão brasileira e os cuidados a serem adotados. “A tecnologia digital vai proporcionar o aumento do espectro, mas esse novo modelo não deve excluir as camadas menos favorecidas da população”, destacou o secretário. O QUE DISSE A ANATEL ! O Superintendente de fiscalização da Anatel, Ara Apkar Minasian, levantou uma questão que vem trazendo dores de cabeça aos radiodifusores gaúchos, o excesso de multas aplicadas no RS pelos agentes de fiscalização da Anatel. Segundo ele, o papel da agência é fiscalizar e não agir como uma fábrica de multas. No entanto, muitas empresas são advertidas e mesmo assim persistem no erro. “Infelizmente, muitos só deixam de desrespeitar as regras quando sentem no bolso”, disse o superintendente da Anatel. ” o que é interessante neste processo, é que o Ministro e sua turma de rádio e TV discutem muito as formas de repressão às rádios e não discutem nada com a sociedade civil sobre o que ela quer com as rádios comunitárias, ou como quer? pessoalmente eu sou contra anúncios comerciais nas rádios comunitárias, mas para que esse tipo de recurso seja abolido, é necessário antes de mais nada regularizar essas experiências, mesmo porque, muitas rádios só buscam pela publicidade para terem como pagar pelos equipamentos que a ANATEL apreende. Daí que a chamada da ABRAÇO para por o movimento nas ruas já vem tarde, mas não deixa de ser importante. FORA HÉLIO COSTA!enviada por Little-rata

20/10/2005 00:59Xaxim líder do tráfico no morro do Dendê vota simrecebi um e-mail com esse link: http://media.putfile.com/xaximvotasim e fiquei besta! o Xaxim vota sim! no referendo e advinha de onde ele tirou essas idéias? a Globo tem um poder enorme de influência, é impressionante…enviada por Little-rata

18/10/2005 12:50Seca na Amazônia, cap. IIOntem oito cidades do oeste do Pará decretaram estado de calamidade pública em decorrência da seca que vem abatendo a região amazônica este ano. É a maior seca dos últimos cinquenta anos, que vem na esteira do aquecimento de 0,04 graus centígrados da face da Terra. Vale ressaltar novamente que os índices de desmatamento este ano bateram todos os recordes históricos. O ano de 2005 foi marcado pela catástrofe natural do Tsunami que matou cerca de 200.000 pessoas. De lá para cá, 21 furacões assolaram a costa norte americana batendo todos os recordes anteriores, detre os quais o furacão Katrina que matou cerca de 3.000 pessoas e deixou a cidade de New Orleans arrasada. Terremotos vêm atacando o Perú há um mês com cerca de um a três tremores de terra por dia. O aquecimento global causado pelas emissões de gases poluentes e pelo desmatamento das florestas é o maior da história e para agravar ainda mais a situação, as queimadas na selva amazônica este ano foram das mais prejudiciais de todos os tempos. Será que vamos destruir a Terra ou a Natureza vai dar um jeito de nos destruir antes que isso aconteça?enviada por Little-rata

17/10/2005 15:43Esse Kibe está cada vez mais louco.http://www.imagensdokibe.blogger.com.br/Pavao-Bornay.jpgenviada por Little-rata

17/10/2005 15:32Mac Donald´s em placas públicas.Ainda em Santos, me deparo na avenida à beira-mar da praia do Boqueirão com mais de uma placa sinalizadora, dessas públicas que ficam embaixo dos semáforos e indicam ruas e pontos turísticos, indicando a direção do Mac Donald´s. Eu sei que é uma empresa multinacional, que representa o capitalismo moderno, que serve lanches gordurosos a preços fabulosos, só não sabia que o Mac Donald´s era um ponto turístico da cidade, ou que empresas privadas pudessem ter esse tipo de publicidade às custas do contribuinte. Se é realmente possível investir neste tipo de publicidade, eu também quero que a prefeitura da minha cidade indique a minha casa como ponto turístico. Adoraria cobrar a entrada e me livrar dos pães de ontem.enviada por Little-rata

17/10/2005 15:25Site com informações interessantes a respeito das  www.erowide.org pra quem está esperando uma visão crítica ou uma visão apologética, esqueça… é para quem está procurando informações científicas.enviada por Little-rata

17/10/2005 15:23Ainda sobre o I Congresso de Jornalistas Ambientais.Em Santos o Congresso se realizou sem maiores sobressaltos, devia ter gente famosa alí, mas eu não sou jornalista e não leio mais do que posso para saber. Participei de um dia inteiro assistindo as oficinas de Amazônia e Documentários, mas não vi nada que fosse novidade, além é claro do pessoal do Mato Grosso que tem feito um trabalho suado e bacana. Apresentei meu trabalho e fui visitar os amigos. Santos vive na névoa, parece até uma cidade nas nuvens e não consegui um lugar ao sol para curtir um pouco a praia, aliás que praia? Meu conceito de praia é bem diferente… O interessante é que com esses contatos, percebo que as atividades de comunicação na Amazônia precisam se aliar às de jornalismo, porque nem os jornalistas conhecem os comunicadores, nem onde eles estão. enviada por Little-rata12/10/2005 02:25I Congresso Brasileiro de Jornalistas Ambientaisde 12 a 14 de outubro no SESC-Santos vai estar rolando o I Congresso Brasileiro de Jornalistas Ambientais. Advinha quem vai dar palestra na quinta à noite? Uma excelente oportunidade de trocar informações sobre o que acontece no mundo dos ambientalistas, uma vez que a grande mídia não abre espaço conveniente para este tipo de atividade jornalística. É que os interesses corporativistas não são muito verdes, mesmo assim o grande barato desse encontro vai ser a oportunidade de ampliarmos nossas alternativas, porque o mundo precisa saber o que acontece por detrás de cada palmo de floresta conservada. Mas paixões à parte, o Congresso promete no mínimo uma certa integração entre os eixos Leste e Norte das notícias das florestas. Mata Atlântica e Amazônia reunidas? Só antes da expansão da cana no nordeste. Hoje em dia o que podemos fazer para uní-las novamente é isso: sentar e trocar experiências. Conheço pequenas partes das duas florestas e alguns exemplares dos povos que habitam nelas e sei que aqueles que estão nas terras da Amazônia e do Litoral desde os tempos de Cabral – em alguns casos antes mesmo dele – têm uma coisa em comum que é a sabedoria da selva. Eles sabem como tirar seu sustento da natureza sem destruí-la. Como desenvolver esse saber de forma que ele continue sendo o menos impactante é que é a grande pergunta. enviada por Little-rata07/10/2005 02:33Sociedade Secreta da CensuraExiste uma sociedade que se chama “Sociedade Secreta da Censura”. Antigamente nos tempos da ditadura, esta não era propriamente uma sociedade, mas sim um órgão do governo. Com o fim do regime, deixou de existir oficialmente e passou a atuar como empresa que tem uma fachada pública, mas é privada e do conhecimento de uns poucos que ainda dependem dela e têm condições de sustentar toda a corrupção que a envolve. Hoje em dia ela atua em segredo, porque é tão eficiente, que as pessoas nem sabem que existem enormes galpões espalhados pelo país onde ela guarda todos os computadores que confiscou, todos os rádios e tv’s que julga atuarem “ilegalmente”,todos os livros e canções que são consideradas “subversivas” e que desapareceram da face da terra “misteriosamente”.Mesmo aqueles que sabem de sua existência e não concordam com ela são censurados, aliás são principalmente esses os censurados… ranrram! Ela é secreta e eficiente no serviço de se manter no controle da situação de estar por dentro do pensamento das pessoas, das suas contas de e-mail, daquilo que dizem, do que ouvem, do que fazem…Para atuar livremente ela tem uma fachada de utilidade pública. Diz que é uma empresa que fiscaliza a utilização ilegal de equipamentos de comunicação de massa. Tem livre acesso às informações telefônicas, e quer regular como nós cidadãos utilizamos essas ferramentas, ao invés de regular como as empresas exploram esses serviços. Mas por causa dessa fachada pública ela tem acesso a todos os meios, inclusive a Internet. E por que não teria? Já que também tem poder de polícia para impedir que rádios-transmissores transmitam músicas e mensagens! Mas ninguém sabe que elas controlam a censura, ou ninguém percebe isso já que todo mundo acredita que a censura acabou. Você também acredita não é? Tanto é que está lendo esse texto e se ele chegou até você, é porque pode chegar até qualquer um e isso não parece censura, certo? Errado! Porque eu aposto que mesmo que dois milhões depessoas saibam ou leiam este artigo, ninguém nunca vai falar disso nas salas de aula, ou nas emissoras que pertencem à sociedade secreta e se um jornal ousar escrever sobre isso, pode ter certeza de que irá sofrer consequências e a notícia simplesmente irá desaparecer em poucos dias, às vezes em horas, porque é isso que acontece com as rádios que tentam driblar a censura -aquelas que não vendem sua liberdade para a sociedade secreta_. Elas desaparecem sem deixar vestígios. Não pensem os senhores que elas não lutam, não escrevem para os jornais, não produzem vídeos e livros e documentos a respeito, não vão à justiça exigir seus direitos, porque elas fazem tudo isso, só que a justiça não ouve, o jornal não publica, os vídeos não são mostrados no Jornal Nacional, os livros não encontram editoras para serem publicados e as músicas não tocam nas outras rádios vendidas… é a censura agindo por detrás de tudo isso. Ah! Já ia me esquecendo! Esta sociedade é tão secreta que nem o governo sabe o nome dos envolvidos, pois o nome dos verdadeiros donos das concessões dos serviços de comunicação de massa que pertencem a essa sociedade, também desapareceram… enviada por Little-rata

21/09/2005 22:17Seca no Amazonas

O estado do Amazonas está passando por uma das maiores secas de sua história. A umidade do ar, geralmente em torno de 50% caiu nesse ano para os absurdos 30%. Com a baixa dos rios e igarapés, as comunidades amazonenses ficam extremamente afetadas, pois dependem deles para se locomoverem e em alguns trechos os rios desceram tanto, que fica impossível atravessá-los com os barcos tradicionais. A grande causa dessa seca, naturalmente, vem em decorrência dos absurdos índices de desmatamento na região amazônica que só sofreram uma queda no mês passado. Em breve mais notícias amazônicas diretamente de Manaus pra vocês!enviada por Little-rata

14/09/2005 16:06

AS WEB RÁDIOS SÃO ATUALMENTE UMA BOA ALTERNATIVA PARA A CHATICE DAS RÁDIOS COMERCIAIS, COM AQUELAS MÚSICAS TOSCAS FEITAS PARA CAÇAR NÍQUEIS e AQUELAS PROPAGANDAS INTERMINÁVEIS, QUE ENCHEM NOSSOS OUVIDOS DE POLUIÇÃO SONORA E PSICOLÓGICA. VAI AQUI DUAS BOAS DICAS PRA QUEM ESTÁ FARTO DESSES SHOPPING CENTERS SONOROS: http://201.29.115.214:8000/listen.pls A WEB RÁDIO DO LUÃ DE BELÉM http://orelha.radiolivre.org:8000/muda A WEB RÁDIO QUE RETRANSMITE A PROGRAMAÇÃO DA LENDÁRIA RÁDIO MUDA.enviada por Little-rata

14/09/2005 15:31Segunda feira no Roda VivaAlberto Goldman líder do PSDB na Câmara Federal foi o convidado do Roda Viva na segunda feira dia 12/09. Ao ser questionado sobre a escolha do partido para as eleições do próximo ano, uma das entrevistadoras disse o seguinte: “… é preciso dizer que o Lula não está morto.” A esse comentário o líder do PSDB respondeu: “… o nosso Lula não morreu, ele está lá…” “Nosso” Lula??? Responda: vindo do líder do PSDB isso parece piada pronta? parece um flerte? parece um ato falho? parece uma conspiração? enviada por Little-rata

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s